Publicidade

Ultimas noticias

sexta-feira, 31 de julho de 2009

FW: DOAÇÃO DE SANGUE


 

SOBRE DOAÇÃO DE SANGUE.
SEGUE TAMBÉM ALGUNS LINKS, CONTENDO ENDEREÇO PARA MAIORES INFORMAÇÕES.
Quem puder fazer a doação nos Hospital das Clinicas, procure o setor de Ortopedia efaça a doação em nome de José Izidorio Filho.
Desde já agradeço sua atenção e sua colaboração.
 
www.clubesanguebom.com.br     
www.prosangue.sp.gov.br/
www.hcnet.usp.br/ -  (HOSPITAL DAS CLINICAS)
portal.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/saude
 
PARA QUEM DOAR
 
Existem inúmeras situações que demandam sangue. Todas as pessoas que estão passando por tratamentos como quimioterapia, cirurgias e transplantes precisam de sangue, além de acidentados e portadores de algumas doenças do sangue.
O doador espontâneo não sabe quem será o receptor do seu sangue, mas sabe que sua atitude é fundamental para salvar vidas. Sabe inclusive que um dia pode necessitar de sangue de outros. Por isso precisamos criar a consciência da necessidade de doar sangue entre as pessoas. Em outros países ela já é bem desenvolvida, e as pessoas, conscientes de sua responsabilidade social, desenvolvem o hábito de doar sangue.
 
 
PORQUE DOAR
 
O sangue é um elemento indispensável à vida. Sem o nosso sangue, seríamos incapazes de oxigenar e nutrir nosso corpo, e morreríamos. Não há nada que substitua esse nosso tecido líquido.
O sangue das pessoas saudáveis é constantemente renovado, conforme a necessidade do organismo. A perda de sangue que ocorre na doação é reposta em pouco tempo. Elas são plenamente capazes de doar, e sua atitude generosa pode salvar não apenas uma, mas três vidas. Isso porque o sangue colhido do doador é fracionado em três componentes: as plaquetas, as hemácias e o plasma, cada um com um destinatário diverso.
São muitos os casos em que é preciso recorrer ao banco de sangue: transplantes, grandes cirurgias e vítimas de acidentes precisam de transfusão. Portadores de doenças graves cujo organismo não é capaz de produzir as células sanguíneas necessárias, seja por deficiência natural, seja por tratamento que bloqueia sua produção, como a quimioterapia, também precisam de transfusões sanguíneas para sobreviver. Nesta categoria se enquadram algumas doenças do sangue, portadores de câncer diversos e de leucemia.
São tantas pessoas que precisam de sangue, que não raro algumas delas são nossas conhecidas, amigas ou parentes. Mas o banco de sangue também existe para ajudar aquelas pessoas anônimas, que não têm ninguém à sua volta que possa ajudar, ou simplesmente quando não há tempo de convocar familiares para doar sangue, o que é comum em acidentes graves, como os automobilísticos, quando a perda é muito grande.
Os doadores podem não saber o destino de seu sangue na hora da doação, na maioria das vezes, mas de uma coisa têm certeza: o que fazem é indispensável à vida.
 
 
QUEM PODE DOAR
 
Doadores de sangue são pessoas especiais, movidas pelo desejo de ajudar pessoas que muitas vezes não conhecem. Ao dedicar parte do seu tempo (45 minutos) para doar um pouco de seu sangue, o doador ajuda a salvar a vida de até três pacientes diferentes.
Os homens pode doar seu sangue até 4 vezes ao ano, com um intervalo de 60 dias entre cada doação, e as mulheres 3 vezes, com intervalo de 90 dias. Já no caso da doação de plaquetas por aférese, tanto homens como mulheres podem doar até 4 vezes por mês e 24 vezes por ano, com um descanso mínimo de 72h entre cada doação.
Aqui seguem alguns pré-requisitos para a doação de sangue:
  • Estar em boas condições de saúde e descanso
  • Ter entre 18 e 65 anos
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar alimentado, evitando ingerir alimentos gordurosos
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto.
 
 
IMPEDIMENTOS
 
Existem também alguns impedimentos temporários, que cessam logo que deixam de existir:
  • Estar com gripe ou febre
  • Estar grávida ou amamentando
  • Ingestão de bebida alcoólica no dia da doação
  • Ter feito tatuagem ou piercing sem condições de avaliação de higiene há menos de um ano.
  • Comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis
  • O doador de plaquetas não pode ter ingerido AAS, aspirina ou anti-inflamatório há pelo menos uma semana.
Pessoas impedidas definitivamente de doar sangue são aquelas:
  • Com doença de Chagas e malária
  • Que tiveram hepatite após os 10 anos de idade
  • Com histórico de doenças transmissíveis pelo sangue, como sífilis, doenças associadas ao HTLV I/II e AIDS.
Obs: Qualquer dúvida a respeito de impedimentos, converse com os nossos médicos e enfermeiros nos telefones de cada posto em horário de doação.
 


Novo Internet Explorer 8: mais rápido e muito mais seguro. Baixe agora, é grátis!

Share your memories online with anyone you want anyone you want.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Bom Jesus | FAE | USF - Saúde

Links uteis

http://www2.saofrancisco.edu.br/gripeA/index.vm
http://www2.saofrancisco.edu.br/gripeA/links.vm
http://www2.saofrancisco.edu.br/gripeA/duvida.vm

Ofereciemento :
USF

Exame particular da gripe H1N1

 

 

Pessoal, 
Se souberem de alguém com OS sintomas DA nova gripe, avisem que estão sendo realizados exames particulares nos hospitais abaixo.

 

Não esperem pela rede pública, que está com o atendimento péssimo.
 
Os hospitais são:
 
Sabará ( Hospital Infantil)
Samaritano
Sirio-Libanes
Santa Catarina
 
São postos do Fleury dentro destes hospitais, que estão realizando o exame particular (R$ 115,00). O resultado sai em 48 horas. Quanto antes diagnosticado o vírus melhor, pois o tal remédio Tamiflu, indicado para a gripe só faz efeito nas primeiras 72 horas do início dos sintomas, depois não resolve.

 

OBS.: nenhum convênio médico tem cobertura para esse exame. 
 
Divulguem!!!!

 

 

 

 

 


Compartilhe os momentos mais importantes da sua vida com quem você quiser.


Compartilhe os momentos mais importantes da sua vida com quem você quiser.


E-mail verificado pelo Terra Anti-Spam.
Para classificar esta mensagem como spam ou não spam, clique aqui.
Verifique periodicamente a pasta Spam para garantir que apenas mensagens
indesejadas sejam classificadas como Spam.


Esta mensagem foi verificada pelo E-mail Protegido Terra.
Atualizado em 30/07/2009

Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 8.5.386 / Banco de dados de vírus: 270.13.36/2272 - Data de Lançamento: 07/30/09 05:58:00



Nenhum vírus encontrado nessa mensagem recebida.
Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 8.5.387 / Banco de dados de vírus: 270.13.36/2272 - Data de Lançamento: 07/30/09 05:58:00

Vacinação Contra Raiva em Cães e Gatos


De 03 a 16 de Agosto de 2009
Dono responsável vacina seu animal de estimação todos os anos.
Campanha terá mais de 1900 postos de vacinação.
Para a realização da Campanha de Vacinação Contra a Raiva em Cães e Gatos, que acontece de 03 a 16 de agosto, mais de 1900 postos estarão disponibilizados em todas as regiões da cidade. A Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizará a campanha por meio do seu Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A vacinação é gratuita!
Posse responsável
Dono responsável vacina seu cão ou gato todos os anos. Bichos de estimação, quando bem cuidados, refletem melhores condições de vida, tanto para o homem como para o animal, prevenindo contra doenças.
A adesão à campanha é importante para que a raiva permaneça sob controle, condição que vem sendo conquistada nos últimos 26 anos no município de São Paulo.
“Quem” deve ser vacinado
A vacina é destinada aos cães e gatos acima de três meses de idade, inclusive as fêmeas que estiverem amamentando, prenhes ou no cio e aplicada com seringas e agulhas descartáveis. O proprietário recebe um comprovante de vacinação do animal, que é válido por um ano.
Postos de vacinação: locais e datas
A relação dos postos, com locais e datas por região, pode ser consultada no site www.prefeitura.sp.gov.br/covisa, ou na Central 156, canal de informações da prefeitura. A vacinação será realizada das 9 às 17 horas.
Raiva: vacinar é prevenir
A raiva é uma doença transmissível de animal para animal e de animal para o ser humano, caracterizada pelo contágio direto, ou seja, pelas mordidas, arranhões ou lambedura de cães, gatos, morcegos ou outros mamíferos infectados.
Nos centros urbanos, cães e gatos, por terem o hábito de caçar, estão mais expostos, podendo entrar em contato com morcego infectado e, dessa forma, virem a contrair a doença.
A raiva humana em regiões urbanas é prevenida por meio da vacinação anual de cães e gatos.
Faça o RGA de seu animal de estimação
O Registro Geral Animal – RGA é um documento de identificação para cães e gatos, obtido pelo proprietário no CCZ ou em estabelecimentos veterinários, devidamente credenciados pelo centro de zoonoses. O cadastro do animal é obrigatório, com base na lei municipal nº 13.131/01. Para emissão do RGA, o proprietário deve apresentar o comprovante atualizado de vacinação contra raiva.
NO DIA DA VACINAÇÃO, RECOMENDA-SE:
Cães dóceis devem estar com coleira e guia, e ser conduzidos por pessoas com tamanho suficiente para controlá-los e contê-los na hora de tomar a vacina;
Animais bravos devem estar com focinheira para não oferecer nenhum risco de agressão ao proprietário ou outras pessoas;
Gatos são naturalmente muito assustados e precisam ser transportados em caixas de transporte ou similar, para que se evitem fugas ou acidentes;
Animais doentes não devem ser vacinados. Exemplos: animais com diarréia, secreção ocular ou nasal, sem apetite, animais que estão convalescendo de cirurgias ou outras enfermidades;
Crianças não devem levar os animais para vacinar.
Clique aqui e acesse a lista completa de postos de vacinação


Noticias da Prefeitura da Cidade de Sao Paulo

A seguinte notícia do portal da prefeitura da Cidade de São Paulo (www.prefeitura.sp.gov.br) foi enviada para você por Wagner (wagner@wilson.com.br)

http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=31344

Comentário:
Atenção !!


Prefeitura da Cidade de São Paulo
http://www.prefeitura.sp.gov.br

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Novidade - Conseg Pari



Está em processo de criação um meio de comunicação “on line” (via internet) para aprimoramento das reuniões do CONSEG PARI.
Este, espera-se, será um novo meio de comunicação e pedidos de providências por parte da comunidade e também um método de prestação de contas por parte das autoridades.
Apenas convidados que morem, trabalhem ou exerçam o comércio na região poderão participar desta inovação.
Se você tem interesse em fazer parte de nossa comunidade virtual, por favor mande uma mensagem para o endereço eletrônico sppari@conseg.sp.gov.br, informando seu nome, idade, profissão, endereço e motivação do interesse para que possa ser convidado a participar.
Experimente!!! Você vai gostar.


Fonte : http://consegpari.wordpress.com/



A t e n ç ã o



No próximo dia 30/07, às 19h30min, será realizada reunião de nosso CONSEG.
Estão convidados todos os moradores, trabalhadores e comerciantes da região.
Estarão presentes autoridades de diversos segmentos para atendimento ao público.
A reunião ocorrerá na Rua Marcos Arruda, 729 (Faculdades Cantareira).
Compareçam!!!


Fonte : http://consegpari.wordpress.com/2009/07/27/reuniao-do-conseg-pari/


Fw: GRIPE Informação de utilidade publica

----- Original Message ----- To: Undisclosed-Recipient:;
Sent: Thursday, July 16, 2009 6:15 PM
Subject: Fw: GRIPE Informação de utilidade publica




Informação de utilidade pública.

Rosimeire Santana
011 9630-9393
santanarosy1@terra.com.br







GRIPE SUÍNA

PERGUNTAS E RESPOSTAS:


PERGUNTA

RESPOSTA

1.-

Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa?

Até 10 horas.

2. -

Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos?

Torna o vírus inativo e o mata.

3.-

Qual é a forma de contágio mais eficiente deste vírus?

A via aérea não é a mais efetiva para a transmissão do vírus, o fator mais importante para que se instale o vírus é a umidade, (mucosa do nariz, boca e olhos) o vírus não voa e não alcança mais de um metro de distancia.

4.-

É fácil contagiar-se em aviões?

Não, é um meio pouco propício para ser contagiado.

5.-

Como posso evitar contagiar-me?

Não passar as mãos no rosto, olhos, nariz e boca. Não estar com gente doente. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia.

6.-

Qual é o período de incubação do vírus?

Em média de 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase imediatamente.

7.-

Quando se deve começar a tomar o remédio?

Dentro das 72 horas os prognósticos são muito bons, a melhora é de 100%

8.-

De que forma o vírus entra no corpo?

Por contato ao dar a mão ou beijar-se no rosto e pelo nariz, boca e olhos.

9.-

O vírus é mortal?

Não, o que ocasiona a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é a pneumonia.

10.-

Que riscos têm os familiares de pessoas que faleceram?

Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão.

11.-

A água de tanques ou caixas de água transmite o vírus?

Não porque contém químicos e está clorada

12.-

O que faz o vírus quando provoca a morte?

Uma série de reações como deficiência respiratória, a pneumonia severa é o que ocasiona a morte.

13.-

Quando se inicia o contagio, antes dos sintomas ou até que se apresentem?

Desde que se tem o vírus, antes dos sintomas.

14.-

Qual é a probabilidade de recair com a mesma doença?

De 0%, porque fica-se imune ao vírus suíno.

15.-

Onde encontra-se o vírus no ambiente?

Quando uma pessoa portadora espirra ou tosse, o virus pode ficar nas superfícies lisas como maçanetas, dinheiro, papel, documentos, sempre que houver umidade. Já que não será esterilizado o ambiente se recomenda extremar a higiene das mãos.

17.-

O vírus ataca mais às pessoas asmáticas?

Sim, são pacientes mais suscetíveis, mas ao tratar-se de um novo germe todos somos igualmente suscetíveis.

18.-

Qual é a população que está atacando este vírus?

De 20 a 50 anos de idade.

19.-

É útil a máscara para cobrir a boca?

Existem alguns de maior qualidade que outros, mas se você não está doente é pior, porque os vírus pelo seu tamanho o atravessam como se este não existisse e ao usar a máscara, cria-se na zona entre o nariz e a boca um microclima úmido próprio ao desenvolvimento viral: mas se você já está infectado use-o para não infectar aos demais, apesar de que é relativamente eficaz.

20.-

Posso fazer exercício ao ar livre?

Sim, o vírus não anda no ar nem tem asas.

21.-

Serve para algo tomar Vitamina C?

Não serve para nada para prevenir o contagio deste vírus, mas ajuda a resistir seu ataque.

22.-

Quem está a salvo desta doença ou quem é menos suscetível?

A salvo não esta ninguém, o que ajuda é a higiene dentro de lar, escritórios, utensílios e não ir a lugares públicos.

23.-

O virus se move?

Não, o vírus não tem nem patas nem asas, a pessoa é quem o coloca dentro do organismo.

24.-

Os mascotes contagiam o vírus?

Este vírus não, provavelmente contagiem outro tipo de vírus.

25.-

Se vou ao velório de alguém que morreu desse vírus posso me contagiar?

Não.

26.-

Qual é o risco das mulheres grávidas com este vírus?

As mulheres grávidas têm o mesmo risco mas por dois, podem tomar os antivirais mas em caso de de contagio e com estrito controle médico.

27.-

O feto pode ter lesões se uma mulher grávida se contagia com este vírus?

Não sabemos que estragos possa fazer no processo, já que é um vírus novo.

28.-

Posso tomar acido acetilsalicílico (aspirina)?

Não é recomendável, pode ocasionar outras doenças, a menos que você tenha prescrição por problemas coronários, nesse caso siga tomado.

29.-

Serve para algo tomar antivirales antes dos síntomas?

Não serve para nada.

30.-

As pessoas com AIDS, diabetes, câncer, etc., podem ter maiores complicações que uma pessoa sadia se contagiam com o vírus?

SIM.

31.-

Uma gripe convencional forte pode se converter em influenza?

NAO.

32.-

O que mata o vírus?

O sol, mais de 5 dias no meio ambiente, o sabão, os antivirais, álcool em gel.

33.-

O que fazem nos hospitais para evitar contágios a outros doentes que não têm o vírus?

O isolamento.

34.-

O álcool em gel é efetivo?

SIM, muito efetivo.

35.-

Se estou vacinado contra a influenza estacional sou inócuo a este vírus?

Não serve para nada, ainda não existe vacina para este vírus.

36.-

Este vírus está sob controle?

Não totalmente, mas estão tomando medidas agressivas de contenção.

37.-

O que significa passar de alerta 4 a alerta 5?

A fase 4 não faz as coisas diferentes da fase 5, significa que o vírus se propagou de Pessoa a Pessoa em mais de 2 países; e fase 6 é que se propagou em mais de 3 países.

38.-

Aquele que se infectou deste vírus e se curou, fica imune?

SIM.

39.-

As crianças com tosse e gripe têm influenza?

É pouco provável, pois as crianças são pouco afetadas.

40.-

Medidas que as pessoas que trabalham devam tomar?

Lavar-se as mãos muitas vezes ao dia.

41.-

Posso me contagiar ao ar livre?

Se há pessoas infectadas e que tosam e/ou espirre perto pode acontecer, mas a via aérea é um meio de pouco contágio.

42.-

Pode-se comer carne de porco?

SIM pode e não há nenhum risco de contágio.

43.-

Qual é o fator determinante para saber que o vírus já está controlado?

Ainda que se controle a epidemia agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode voltar e ainda não haverá uma vacina.


FAVOR REENVIAR AOS SEUS CONTATOS



Oferecimento :











Hotmail® has ever-growing storage! Don't worry about storage limits. Check it out.




Nenhum vírus encontrado nessa mensagem recebida.
Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 8.5.387 / Banco de dados de vírus: 270.13.16/2241 - Data de Lançamento: 07/16/09 05:58:00

sábado, 25 de julho de 2009

Programação

 
----- Original Message -----
Sent: Saturday, July 25, 2009 12:02 PM
Subject: Fwd: programação



---------- Forwarded message ----------
From: Oficina da Palavra <casamariodeandrade@assaoc.org.br>
Date: 2009/7/25
Subject: programação
To:

As inscrições para a programação do 2° semestre estarão abertas a partir de 27 de julho. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 12 às 19h e sábado das 10 às 13h ou pelo email casamariodeandrade@assaoc.org.br.

Mais informações:

Oficina da Palavra - Casa Mário de Andrade

Rua Lopes Chaves, 546, Barra Funda

próximo ao Metrô Marechal Deodoro

(11)3666-5803

 

A programação está separada por área. Confira:

 

 

ARTES CÊNICAS

 

TEATRO

 

PALAVRA EM CENA

LEITURA DRAMÁTICA DO TEXTO "DOSE DUPLA - ON TIME" E PROCESSO DE CRIAÇÃO - 40 vagas

Trata-se não de uma comédia, mas de um texto humorístico. Na peça em questão, o protagonista vive bem com a mulher Camila e a amante. Mas a sua vida se complica, quando a mulher quer se separar. Ele tenta acalmar a mulher, mas a amante se torna uma aliada de Camila e as duas armam uma situação insustentável para o "herói" da trama. Elenco: Lígia Cortez, João Carlos Andreazza, Raquel Anastásia e Luís Rossi. Duração 2 horas

Autoria e Coordenação: Valderez Cardoso Gomes - formada em letras, jornalismo e teatro. Destacou-se profissionalmente como dramaturga em trabalhos como Os Lusíadas, direção Marcio Aurélio, produção Ruth Escobar; O Baile, produção Tássia Camargo; O Despertar da Primavera, Macbeth, Rei Lear, Erêndira, direção Ulysses Cruz; Romeu e Julieta, direção Antunes Filho.

2/9 - quarta-feira - 19h45 às 21h45
Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos
Inscrições: 27/7 a 1/9

 

WORKSHOP DE FILOSOFIA E TEATRO "KAFKA - CONTOS DE FADAS PARA CABEÇAS DIALÉTICAS" - 15 vagas

 A proposta é de abordar textos da obra de Franz Kafka, de grande conteúdo filosófico, através do jogo de leituras dramáticas. Dentre os textos da obra kafkaniana, a opção feita é por alguns dentre os textos-curtos, breves narrativas, Erzählungen, muitas vezes contando com apenas um pequeno parágrafo, de grande densidade cognitiva, tanto que o consagrado filósofo e crítico literário Walter Benjamim, um dos primeiros a reconhecer o valor dessas obras, os denominou de "contos de fada" (Märchen) para cabeças dialéticas. Através do trabalho com esses textos, pretende-se facilitar, por meio de sua vivência pela dramaturgia, uma percepção mais aguçada de questões fundamentais da atualidade, ao fomentar o conhecimento da filosofia, literatura e teatro. Carga Horária: 15h

Coordenação: Willis Guerra- filósofo, jurista, com experiência de vinte e cinco anos no ensino superior. Atualmente é Professor Titular do Centro de Ciências Jurídicas e Políticas da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e convidado nos cursos de Mestrado e Doutorado em Filosofia do Direito da PUC-SP; e Fabianna Serroni - atriz formada pela PUC-SP, com vasta experiência em direção de atores. Atualmente trabalha com Grupo de Teatro Oficina.

8 a 29/10 - quintas-feiras - 18h45 às 21h45

Público-alvo: interessados na área com conhecimento intermediário em filosofia, teatro ou literatura

Faixa etária: adultos
Seleção: entrevista dia 1/10 - 19h às 21h
Inscrições: 27/7 a 30/9

 

PALAVRA EM CENA

LEITURA DRAMÁTICA DO TEXTO "OS VIVOS E OS MORTOS" E PROCESSO DE CRIAÇÃO - 40 vagas

Na Índia da década de 40, Kadambini sente-se mal após receber uma notícia triste. Cai desfalecida e é dada como morta. Após os rituais devidos é carregada aé o campo de cremação e ponco antes de ser cremada, Kadambini acorda. Os carregadores fogem, menos Scripati que desmaia. Quando acorda, apavora-se pensando que Kadambini voltou à vida para tomar satisfações pelos maus modos dos outros carregadores. Os dois porém, chegam à conclusão de que se ela, apesar de morta ainda se encontra no meio dos vivos, é para resolver algo que a está impedindo de atravessar o rio que separa o mundo dos vivos e o mundo dos mortos. Com esse intuito partem os dois. Ele, movido pela certeza de que os deuses lhe impuseram uma tarefa nobre, ela em busca do perdeu. Elenco: a confirmar. Duração 2 horas

Autoria e Coordenação: Kiko Marques - participou de inúmeras peças teatrais sob direção de Marco Antônio Braz, com o qual fundou o Grupo "Círculo dos Comediantes", especialista na obra de Nelson Rodrigues. Nessa época começou uma produção dramaturgia paralela, que já conta com sete textos: a trilogia "Merda!", "Autor Bom é Autor Morto" e "Crepúsculo"; "Brinquedos Quebrados", "Os Vivos e os Mortos" e "O Travesseiro". Trabalhou também como ator nos filmes "Cidade de Deus" e "Carandiru". Atualmente está em turnê com a peça "A Alma Boa de Setsuan" de Brecht.

14/10 - quarta-feira - 19h30 às 21h30
Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos
Seleção: primeiros inscritos
Inscrições: 27/7 a 13/10

 

 

ARTES VISUAIS

 

ARTES PLÁSTICAS

 

WORKSHOP "ILUSTRANDO TEXTOS: UMA INTRODUÇÃO À ANÁLISE LITERÁRIA E INTERPRETAÇÃO GRÁFICA" - 15 vagas

Este projeto tem por fim a discussão e a criação, por parte do participante, de ilustrações para poemas e contos curtos. Para tanto, serão analisados tanto trabalhos de diversos ilustradores, bem como textos pertencentes a esses dois gêneros literários, visando estimular o participante a uma leitura analítica e comprometida com o texto. Ao final da atividade, serão produzidos pequenos livros ilustrados, a partir de textos oferecidos pelas coordenadoras da atividade. Carga horária: 16 h

Coordenação: Ana Cândida Avelar- doutoranda em Artes pela ECA –USP. Mestre em Literatura Brasileira e Bacharel e Letras pela FFLCH da USP. Foi assistente pedagógica de História da Arte de professores do Museu de Arte Moderna de São Paulo e da ECA-USP, além de escrever sobre artes plásticas para o jornal Folha de São Paulo. Atualmente é assistente de curadoria, pesquisadora da Enciclopédia Itaú Cultural de Artes Visuais; e Janaina Tokitaka- graduada em artes plásticas com habilitação em gravura pelo Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP; trabalha sistematicamente com ilustração, sendo colaboradora do suplemento infantil "Folhinha" do jornal Folha de São Paulo; ilustrou livros infantis e infanto juvenis para editoras como Cia de Letras, Moderna, FTD, entre outras.

10/9 a 29/10 - quintas-feiras - 19h às 21h
Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adultos
Seleção: carta de interesse e breve currículo com o máximo de 5 linhas
Inscrições: 27/7 a 4/9

 

CURSO DE HISTÓRIA DA ARTE "A CARICATURA BRASILEIRA NA 1ª REPÚBLICA" - 15 vagas

O projeto consiste em fornecer ao participante uma visão da história da caricatura brasileira na primeira república: artistas e técnicas, temas freqüentes, gírias (uma espécie de "caricatura" oral), alinhados aos acontecimentos políticos e sociais da época. Serão abordados também, recortes da história da caricatura, seu papel atual e como ela é representada ao redor do mundo. Carga horária: 18h

Coordenação: Mariana Rabay - Graduada em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Pós-graduada em História da Arte pela FAAP. Atualmente ministra aulas de artes em seu ateliê. Realizou diversos workshops e oficinas artísticas; participou de exposições coletivas e individuais.

10 a 26/11 - terças e quintas-feiras - 18h45 às 21h45

Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos
Seleção: carta de interesse

Inscrições: 27/7 a 5/11

 

 

CINEMA

 

OFICINA DE ROTEIRO PARA CINEMA - 15 vagas

Esta oficina tem como objetivo, levar o participante a refletir sobre o processo de estruturação de uma narrativa, analisando modelos como os de Aristóteles, Syd Field, Michel Chion e Robert Mckee. O participante será convidado e estimulado a criar um roteiro, recriando paradigmas e pesquisando uma linguagem própria no processo de escrita. Carga Horária: 21h

Coordenação: Ana Paul - formada em Cinema e Vídeo pela ECA/USP, com especialização em roteiro e fotografia para cinema; Fez curso de Roteiro no Centro Sperimentale di Cinematografia, na Itália; Pós graduada em Cinema Documentário na Fundação Getúlio Vargas. Na TV trabalhou no roteiro do seriado Avassaladora, exibido pelos canais FOX e Record, na primeira temporada de um reality show de transformações estéticas femininas, ainda em produção, para a Rede TV, entre outros.

15/9 a 27/10 - terças-feiras - 18h45 às 21h45

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: entrevista dia 8/9 - 19h às 21h

Inscrições: 27/7 a 4/9

 

 

LITERATURA

 

OFICINA DE CRIAÇÃO LITERÁRIA: FUTEBOL, ARTE E O MITO DO HERÓI - 15 vagas

Partindo da leitura e discussão de diversas crônicas e escritos selecionados sobre o futebol, fazer com que os participantes sintam-se estimulados pelo tema e desenvolvam suas próprias criações literárias. Além disso, a apresentação e exposição do mito do herói servirão de apoio teórico para análise e desenvolvimento dos textos. Casa Aluno poderá optar por um estilo de narrativa: crônica, poesia, conto, letras de música ou cenas teatrais. Carga horária: 24 h

Coordenação: Guilherme Kwasinski -Psicólogo, professor do COGEAE da PUC-SP, músico, escritor e ator. Integrou a banda Karnak nos anos 1990 e hoje é band leader da Guilhermoso Wild Chicken, banda performática da qual também fazem parte André Abujamra, Ricardo Moreno, entre outros.

10/9 a 29/10 - quintas-feiras - 18h45 às 21h45

Público-alvo: interessados na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: entrevista dia 1/9 - 19h às 21h

Inscrições: 27/7 a 31/8

 

OFICINA DE CRIAÇÃO LITERÁRIA "O DESAFIO DO ROMANCE" - 15 vagas

Trata-se de um curso de natureza prática que procura apresentar as principais técnicas utilizadas na execução de textos literários de "grande fôlego", como o romance. O principal objetivo é despertar e estimular a vocação de romancista buscada pelos participantes e compartilhar experiências de maneira decisiva no processo de criação e execução do projeto literário de cada um. Carga horária: 24h

Coordenação: Roberto Amado - jornalista, editor de publicações corporativas e consultor editorial. Escreveu os romances "Vá à luta" e "Os últimos super-heróis", publicados pela editora Record; indicado ao prêmio Jabuti em 2000 pelo livro infanto-juvenil "Iakti, o indiozinho".

8/10 a 26/11 - quintas-feiras - 18h45 às 21h45

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: apresentação de texto literário em prosa de autoria própria com no máximo 2 laudas

Inscrições: 27/7 a 30/9

 

PALESTRA "CRUZ E SOUZA: LITERATURA E TRANSGRESSÃO"- 40 vagas

Partindo da análise de textos que compõe o volume intitulado "Evocações", pretende-se nesta palestra, discutir como o poeta catarinense João da Cruz e Sousa operava de forma articulada a idéia de transgressão, a partir do eixo temático formado pela negritude, pela dor e pelo satanismo e suas transmutações dentro de seu universo poético. Duração 2 h.

Palestrante: Cristiano Lima de Araújo Reis

Professor das redes de ensino municipal e estadual há 10 anos. Foi professor do Centro Universitário Hermínio Ometto – UNIARARAS, na área de formação de professores e do SENAC-SP na área de comunicação e expressão. Atualmente, é pesquisador e mestrando da PUC-SP, cuja pesquisa envolve a obra do poeta João da Cruz e Sousa.

21/10 - quarta-feira - 19h às 21h

Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições: 27/7 a 20/10

 

CICLO DE DEBATES "AS EXPRESSÕES ARTÍSTICAS DO FUTEBOL" - 40 vagas em cada encontro

Além do confronto esportivo o futebol pode ser visto como um campo das emoções e paixões humanas. Grande metáfora do jogo da vida o futebol está inserido nas mais diversas expressões artísticas. O ciclo de debates "Expressões Artísticas do Futebol" tem por objetivo fazer uma reflexão sobre as conexões e influências que o futebol exerce nas artes, mais especificamente na música, no teatro e literatura.

Mediação: Guilherme Kwasinski e Manuel da Costa Pinto

5 a 19/11 – quintas-feiras – 19h às 21h

5/11 - Futebol e Música: Mauricio Pereira

12/11 - Futebol e Teatro: Marco Antonio Braz e Nelson Rodrigues Filho

19/11 - Futebol e Literatura: José Miguel Wisnik

Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições: até um dia antes de cada encontro

 

DIREITO E ARTES

 

PALESTRA "PROPRIEDADE INTELECTUAL E PIRATARIA NO SÉCULO XXI" - 40 vagas

Nesta palestra serão abordados os principais casos de pirataria e plágio ocorridos no Brasil; os prejuízos financeiros e em alguns casos, os riscos à saúde do consumidor que opta pela aquisição de produtos piratas ou outros tipos de fraudes; medidas para combater à pirataria (repressivas, econômicas e educativas). Duração 2h

Palestrante: Dr. Marcio Gonçalves - advogado graduado pela PUC- SP, Músico graduado pelo Musicians Institute of Califórnia – EUA. Membro da Ordem dos Advogados do Brasil, seção de São Paulo, ex-secretário executivo do Conselho Nacional de combate à pirataria e delitos contra a propriedade intelectual, do Ministério da Justiça.

30/9 - quarta-feira - 19h30 às 21h30

Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições: 27/7 a 29/9

 

 

PATRIMÔNIO CULTURAL

 

PALESTRA "A CONSTRUÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL E A EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: DISCUSSÕES EM TORNO DA (RE) PRODUÇÃO DE VALORES E SIGNIFICADOS" - 40 vagas

A presente palestra pretende discutir alguns desses aspectos acerca da construção de significados realizada pela definição daquilo que é patrimônio cultural bem como questões referentes à educação patrimonial e seu papel na re-produção e produção desses valores e significados, colocando como questão central tal cenário de enfrentamentos que não deve e não pode ser ignorado em sua atuação.  Duração 2h

Palestrante: Mariana Boghosian Al-Assal -possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). Atualmente é mestranda em História e Fundamentos da Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). Integrou entre 2003 e 2007 a equipe do Centro de Preservação Cultural da Universidade de São Paulo (CPC-USP). Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em História da Arquitetura e Urbanismo e Patrimônio Cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Arquitetura no século XX, gestão do Patrimônio Cultural e Educação Patrimonial.

7/10 - quarta-feira - 19h às 21h

Público-alvo: interessados em geral

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições: 27/7 a 6/10

 

 




Nenhum vírus encontrado nessa mensagem recebida.
Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 8.5.387 / Banco de dados de vírus: 270.13.29/2261 - Data de Lançamento: 07/25/09 05:58:00

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Fw:

 
----- Original Message -----
Sent: Friday, July 24, 2009 4:13 PM

Imperdível Matéria sob Infantilismo não percam.

 

 

 

Bom dia eu sou Layonn Jr da web radio Love Mix e estamos aqui com uma pessoa que aceitou nos dar um pouco mais de informação sob este assunto.

 

Bom dia Renata.

Muito obrigado de estar aqui comigo hoje participando desata matéria.

Escolhi este tema, pois tem muita  gente que não sabe o que é infantilismo e acaba se intitulando louco ou ate mesmo pedofilo e na verdade não é com as questões q colocarei aqui mostrarei o que de fato é infantilismo.

Layonn:

- Então Renata conte o que seria exatamente infantilismo.

Renata:

Bom dia Layonn, só gostaria antes de qualquer coisa ressaltar que seu programa é maravilhoso eu agradecer por poder  esclarecer um pouco deste assunto.

Bom infantilismo antes de mais nada não absolutamente nenhuma  coisa a ver com pedofilia e muito pelo contrario a maioria dos conheço  abominam a pratica total desta pratica de modo algum infantilistas querem algo crianças a não ser serem tratadas como tal.

Layonn:

Como assim?

Renata:

Exemplo em todos os casos infantilista sente Algum prazer ser trado como uma criança como, por exemplo, usar fraldas, tomar mamadeira, chupeta calça plástica ser cuidado por alguém alem de tudo o infantilista tem uma carência muito grande coligada a área maternal, muitos deles tiverem de algum modo ter que deixar de ser criança muito precocemente ou por algum trauma de infância ate mesmo a idade certa de se tirar a fralda de uma criança pode ter ocasionado isso.

Layonn:

Desculpe lhe interromper, mas você disse que ser infantilista pode ter haver com a idade de ter tirado a fralda da criança?

Renata:

Sim! Pois tem uma idade certa a se fazer isso.

Layonn:

Qual seria essa idade?

Renata:

La pelos dois anos dois anos e meio de idade.

Layonn:

Retomando o assunto, então o infantilista ele só quer ser tratado como criança?Isso mesmo?

Renata:

Não é bem assim, existem os infantilistas que querem ser trados como crianças, mas também tem os infantilistas q querem cuidar nos dois casos são considerados infantilistas, mas sempre ressaltando q isso só ocorre com pessoas em idade adulta nada de crianças.

Existem quatro tipos de infantilistas.

Layonn:

Quatro tipos??

Renata:

Isso quatro tipos.

Layonn:

E quais seriam esses tipos?

Renata:

AB/DL AB, DL e os e as babas, já vou explicar.

AB/DL ou seja adulte baby e diaper Love são aqueles que gostam de um todo as brincadeiras, fraldas, mamadeiras, chupetas ser cuidados castigados em alguns momentos do cotidiano ate agem com algum tipo de expressão as vezes imitando o jeito de falar alguma brincadeira ou algo do gênero não que todos q façam isso sejam mas em um grupo desse tipo de coisa pode estar coligado com o infantilismo.

AB sendo só ab a pessoa tem mais carência em se sentir acolhido de uma forma maternal mas lógico q com algumas diferenças tipo ainda neste caso teremos a presença dos objetos infantis que já os descrevi brinquedos chupeta e etc...

Os Dl sentem prazer em usar fraldas não gostam tanto de mamadeiras colos carinho brinquedos e roupas e tal mais esse tipo se sente muito melhor usando somente a fralda q qualquer outro objeto

E as mamães e Papais dessas pessoas que gostam de cuidar como se fossem verdadeiros bebes grandes.

 

Layonn:

Uma coisa q não pude deixar de notar foi q em todos os casos um objeto esteve sempre presente que é  a fralda vc saberia me responder o porque.

Renata:

Em todos os casos não, no caso da pessoa q cuida ela não usa nenhum dos objetos muito difícil disso acontecer lógico q tem os infantilista q também gostam de ser bebe e cuidar mas ai e um outro caso.

Bom quanto a pergunta não sei ao certo o porque mas acho q é porque o elo de ligação mais forte q pode em ser ter em ser um bebe

Layonn:

E é só posto a fralda?

Renata:

É meio complicada essa pergunta tem os q preferem so ficar com a fralda sem fazer nada e tem os q preferem usar como um bebe se é q você me entende.

Layonn:

Entendo.

Mas me diga isso só estaria ligado a uma forma de carência?

Renata:

Sim e não eu disse que isso esta ligado a uma forma de carência más não que isso seja só carência isso em muitos casos esta liga também a um fetich sendo usado como uma forma de muito prazer entre os infantilistas.

Layonn:

Bom me deixaeu ressaltar q isso não tem mesmo nada a ver com pedofilia isso é uma pratica entre adultos e não se enquadra de maneira alguma com pedofilia.

  Renata:

Isso mesmo. De maneira alguma isso tem haver com esta pratica abominável.

Layonn:

Renata, como poderíamos reconhecer um infantilista na rua?

Renata:

A menos q ele ou ela estivesse usando uma fralda bem grossa caso contrario modo algum.

Pois são pessoas totalmente normais em seu cotidiano trabalham, saem se divertem tudo normalmente. So q gostam em momentos de serem feitas de bebe.

Layonn:

Alguém sabe que você que você é infantilista.

Renata:

Apenas um pequeno grupo de pessoas cujo considero muito amigos meu, pois por não ser uma coisa muito difundida aqui no Brasil acabam tendo muitos preconceitos com isto. E espero q com o que acabei de falar ajam menos preconceitos sob o assunto porque ate eu descobrir o que estva acontecendo comigo achei q fosse louca a única pessoa q pudesse gostar disso ou ate mesmo se uma pedofila q graças a deus encontrei um dia na internet alguns sites a respeito do assunto. Pois saiba Layonn o pior preconceito que eu enfrentei foi o de mim mesma, pois no começo não aceitava de jeito nenhum q pudesse gostar usar fraldas mamadeira chupeta e tudo q já falei, foi muito complicado.

Layonn:

E você já teve algum relacionamento infantilista?

Renata:

Já Graças a deus hoje tenho um namorado q me aceita e gosta de cuidar de mim, ou seja, também é infantilista dei muita de conhecer ele, pois tenho certeza q ele é minha alma gêmea. No começo ele ficou um pouco com receio quando contei para ele, pois ele não sabia ao certo o que era infantilismo contei para ele o que é ele aceitou participar um dia e gostou de cuidar de mim e estamos juntos ate hoje.

Layonn:

E como você se sente perante a situação de ser infantilista e ter com quem compartilhar e algum conselho para que outros possam também compartilhar disso ou não.

Renata:

Sinto-me maravilhosa depois q o encontrei.

E os meus conselhos se abram para o mundo enquanto tive medo de ser eu mesma não consegui nada.

Layonn:

È isso ai muito obrigado Renata pela entrevista   

Renata:

Eu quem agradeço, pois acima de tudo pude divulgar um pouco do que é isso e espero poder ter ajudado alguém.

Layonn:

Muito obrigado Renata te desejo toda a sorte do mundo com você seu namorado Infatilista.

Renata:

Eu q agradeço 

Mais informações no site oficial da Rádio Lovemix

Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes