Pular para o conteúdo principal

ENC: Mooca Hoje



Enviado pelo meu Wilson Phone

De: Wanda Herrero
Enviada em: 25/09/2013 15:42
Para: cadesmooca@googlegroups.com; isa-psico@hotmail.com; josefinatutu@gmail.com; gbandolin@uol.com.br; wagnerwilson@gmail.com; moocaverde@hotmail.com
Cc: fricardo@prefeitura.sp.gov.br; aguifirmino@prefeitura.sp.gov.br
Assunto: Mooca Hoje


Prezados Conselheiros,
Encaminho a presente matéria onde o Subprefeito  Mooca, Eng.º Francisco Carlos Ricardo, faz uma discursiva análise real de suas atividades desde a sua posse, de forma democrática e participativa.

Cordialmente, Wanda

A importância das áreas verdes e da reciclagem para a melhoria da qualidade de vida

  
Ao longo dos últimos 20 anos dediquei a minha vida profissional
como engenheiro da Subprefeitura Mooca, onde tive a
oportunidade de desenvolver projetos e obras para a região que
conheço e admiro. Não somente por sua importância histórica e
econômica na cidade de São Paulo, mas também pela população
com a qual convivo diariamente e que tem características
especiais: os moradores são receptivos e autênticos, ao mesmo
tempo exigentes e compreensivos. Isso nos faz trabalhar com
mais determinação, pois acredito que o compromisso com as
pessoas é o que existe de mais importante em uma administração
pública.
Foi com esse desafio e com muito prazer que aceitei, em janeiro
deste ano, ser o subprefeito da Mooca cuja jurisdição se estende,
também, aos distritos do Belém, Pari, Brás, Tatuapé e Água Rasa.
Diferentemente do que acontece no primeiro ano de um novo
governo, quando as obras são tímidas e as inovações não ocorrem,
2013 veio para mostrar que é possível vencer barreiras e atingir
metas, com uma condição: correr contra o tempo. E é isso que
estamos fazendo há oito meses, seja em relação a novos projetos e
serviços, seja na melhoria dos bairros.
Esse volume de trabalho tem uma linha condutora, pois não é
fazer qualquer coisa que conta, mas sim o que efetivamente é
necessário para melhorar a qualidade de vida. E para cada região
mudam as necessidades. Pois com uma cidade tão grande, com
31 subprefeituras que possuem em média 350.000 habitantes
e características, inclusive culturais tão diferentes, as ações
necessárias para cada região também tem que ser diversas.
Qual a premência para nossos distritos, dentro do que é possível
realizar pelas Subprefeituras? Com boa infra-estrutura,
próxima ao centro da cidade, urbanização consolidada, rica em
equipamentos públicos e sem grandes problemas de enchentes
e áreas de risco, a Subprefeitura Mooca precisa de quais
intervenções?
Todos sabem que temos déficit histórico de cobertura vegetal,
sendo um dos motivos o processo de industrialização que dizimou
a vegetação e construiu quarteirões inteiros de galpões encostados
uns aos outros, o que dificulta a circulação do ar. Esse processo
resultou na seguinte situação: a Mooca é um dos distritos da
cidade com baixa umidade relativa do ar, enquanto o Brás tem o
menor índice de cobertura vegetal da capital. Nenhum dos seis
distritos que compõe a subprefeitura tem 12 m² por habitante de
áreas verdes, como aconselha a OMS- Organização Mundial de
Saúde.
Está posto que é necessário revitalizar e ampliar as praças,
canteiros, e instituir parques. Mais que isso, é preciso pensar
a questão ambiental de maneira mais ampla. Como diminuir
o lixo, reciclar adequadamente, despoluir o ar, rios e terrenos
contaminados?
A Subprefeitura Mooca, em conjunto com a Secretaria
Municipal do Verde e Meio Ambiente, fez a proposta e iniciou
os trâmites necessários para a criação do Parque Municipal da
Rua Cassandoca. Através do decreto 53.986, de junho deste ano
publicado no Diário Oficial da Cidade, a área foi declarada de
utilidade pública para desapropriação. No Tatuapé, existe projeto
para outro Parque com 19.000m², onde atualmente fica a Praça
Lions Clube da Penha.
Somente neste ano, oito praças estão sendo reformadas. A
General Humberto de Souza Mello e a da Rua Dr. José Higino
já foram entregues. Também criamos canteiros verdes em locais
onde só havia concreto, estamos multiplicando a arborização,
fazendo campanhas pela defesa do meio ambiente. Em relação ao
lixo e à reciclagem não só implantamos o Programa Brás Limpo,
que melhorou a coleta naquele distrito, como superamos as nossas
próprias metas em relação ao número de EcoPontos- hoje são
oito equipamentos em nosso território. Para o próximo ano novas
ações estão programadas.
Finalmente, gostaria de lembrar que a questão que deveria unir a
todos, porque é em sua essência democrática, é a ambiental. Ela
afeta igualmente as pessoas, independentemente de classe social,
gênero ou localização geográfica. Quando despoluímos a cidade
melhoramos a saúde, qualidade de vida e o conforto de toda
população.
Mas para que possamos alcançar esse novo patamar de exigências
e de melhorias para nosso país, a mudança tem que acontecer em
cada um de nós de maneira concreta, perene, com novas atitudes.
Enfim, como nos ensinou Mahatma Gandhi: "Temos de nos
tornar a mudança que queremos ver no mundo".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aloha, Rotary!

Aloha, Rotary!
Conheça o verdadeiro espírito do aloha e do Rotary ao lado de familiares, amigos e outros rotarianos na cidade de Honolulu. Será o ambiente ideal para celebrarmos, colaborarmos e estreitarmos nossos laços de amizade, desfrutando do calor e da hospitalidade havaianos. A Convenção é uma das únicas oportunidades de reunirmos pessoas em ação do mundo inteiro para comemorar as conquistas do Rotary. Nossos oradores o motivarão ainda mais a se dedicar aos serviços humanitários e abordarão novas perspectivas relacionadas ao nosso trabalho global. Aproveite para rever velhos amigos, fazer novos contatos e explorar tudo o que o evento tem a oferecer. Você voltará para casa energizado e inspirado a continuar trabalhando pelo bem do próximo. Não perca a chance de compartilhar o seu aloha com toda a família rotária na nossa Convenção em Honolulu, de 6 a 10 de junho de 2020. Inscreva-se agora e economize Faça sua inscrição até 15 de dezembro pelo site riconvention.org para aproveitar o p…

Após ação da Lusa na Justiça, leilão do Canindé termina sem lances

Clube se baseia no pedido de tombamento que está em análise no Conselho de Preservação do Patrimônio

Gonçalo Junior e Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo 09 de maio de 2019 | 15h41

Após a Portuguesa entrar com uma petição na 14ª Vara Cível da Capital de São Paulo para suspender o leilão de parte do terreno do Canindé, marcado para esta quinta-feira, não surgiram interessados. Para acionar a Justiça, o clube se baseou no pedido de tombamento enviado para Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental (Compresp) no dia 12 de abril. No entendimento do clube, o leilão só pode ser concluído após a decisão definitiva sobre o tombamento do complexo Oswaldo Teixeira Duarte, formado pelo estádio do Canindé e o clube social.

Pizzaria & Esfiharia Pari

Faça sua escolha!!Esfihas a partir de R$ 5,00.Não perca tempo, aproveite, temos promoções válidas para todos os dias!!Atendimento salão e delivery
Terça a domingo das 17h às 23h45Tel.: 2339-4657 e 94599-9308
Avenida Carlos de Campos, 248 PariPEDIDOS E CARDÁPIO COMPLETO app baixado no Google play PIZZARIA E ESFIHARIA PARI ou site WWW.PIZZARIAEESFIHARIAPARI.COM.BR