O PARI E A REVOLUÇÃO DE 1932

Em 1932, o povo paulista se ergueu em armas contra a ditadura Vargas. Milhares de paulistas se levantaram contra um governo que a cada ato cerceava os direitos básicos do cidadão.O Pari como um bairro tradicional da São Paulo de Piratininga,não ficou alheio a essa revolução. Segundo relatos ouvidos por mim de parentes ,amigos e vizinhos,vários parienses participaram do 9 de Julho. Eu conheci um herói de 32 pessoalmente ,trata-se do sr. Arthur Pierotti,que infelizmente já não está mais entre nós. Membro de uma tradicional família de nosso bairro,sr. Pierotti um homem muito bem articulado e de uma memória invejável,nos contava os acontecimentos que culminaram com o grande movimento democrático do MMDC. No Pari houve uma indústria que durante décadas trouxe progresso a toda a região, foi a Carrocerias Pilon,cujos proprietários eram de uma família de gente muito séria e honesta. Pois bem a Pilon,fabricou para as tropas democráticas o famoso trem blindado,para a época um equipamento de última geração. Enfim,neste blog,rendemos nossas homenagens a todos os heróis de 1932,em particular aos heróis parienses,com um trecho do grande poeta paulistano Guilherme de Almeida:Bandeira de minha terra,Bandeira das treze listras,são treze lanças de guerra,cercando o solo paulista!

JAYME ANTONIO RAMOS