mascote do psgpsg

A tradição do bairro de formar grandes clubes e grandes jogadores continua.Surgiu há pouco tempo o Atlético Paris Saint German, formado por uma boa rapaziada do nosso bairro.

Mais uma tradição continua , me desculpem os moradores das demais artérias do bairro , mas um da rua Rio Bonito , o Robson, filho do Pela, está no time e se revela um menino bom de bola.

Mas, a vida de clube de várzea não é mole e hoje , sábado às 15.30 hs. o Pari SG na estréia de seu uniforme já pega

uma pedreira imensa, no campo do Guarani do Brás, perto da rua Catumbi , da ponte da Vila Maria e do Maria Zélia.

Nos festejos de aniversário do XII de Outubro do Pari, o caçula do bairro pega nada mais , nada menos que o dono da festa , o tradicional e um dos clubes mais antigos do Pari, o alvinegro da rua Paulo Andrighetti.

Vai ser um jogão e o Matheus , um dos mais ativos do buldogue pariense , fala  que o time está bem preparado para este autêntico clássico do bairro doce de São Paulo e que será um verdadeiro batismo de fogo .

Boa sorte para os dois times , que vença o melhor e que tudo transcorra num clima de festa.

JAYME ANTONIO RAMOS