Pular para o conteúdo principal

Mappin estará de volta com comércio eletrônico em 2019

Iniciativa da Marabraz traz de volta a icônica marca varejista

Mappin (Foto: Divulgação)
Lembra do Mappin? A rede de lojas que fez história no Brasil durante boa parte do século 20 estará de volta em breve, ao menos na internet. A Marabraz, que hoje é dona da marca, confirmou a informação a Época NEGÓCIOS por meio de sua assessoria de imprensa.

A volta deverá ocorrer no primeiro semestre do ano que vem, com a venda limitada a itens de cama, mesa e banho, além de decoração. Ainda não há a sinal de que a ideia possa evoluir para a volta das lojas físicas da marca.

De origem inglesa, o Mappin chegou ao Brasil em 1913, e foi um dos pioneiros do comércio varejista de grande escala. Atuando com lojas luxuosas nas primeiras décadas de existência, a rede depois passou a adotar apelo mais popular. A loja mais icônica era um grande prédio na Praça Ramos de Azevedo, no centro de São Paulo, onde está hoje uma loja da Casas Bahia.

Na década de 1990, a rede passou por grandes dificuldades financeiras e, em 1996, acabou vendida para o empresário Ricardo Mansur. Não adiantou, e o Mappin acabou falindo em 1999, sendo adquirido em um leilão judicial pela Marabraz dez anos depois.é

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aloha, Rotary!

Aloha, Rotary!
Conheça o verdadeiro espírito do aloha e do Rotary ao lado de familiares, amigos e outros rotarianos na cidade de Honolulu. Será o ambiente ideal para celebrarmos, colaborarmos e estreitarmos nossos laços de amizade, desfrutando do calor e da hospitalidade havaianos. A Convenção é uma das únicas oportunidades de reunirmos pessoas em ação do mundo inteiro para comemorar as conquistas do Rotary. Nossos oradores o motivarão ainda mais a se dedicar aos serviços humanitários e abordarão novas perspectivas relacionadas ao nosso trabalho global. Aproveite para rever velhos amigos, fazer novos contatos e explorar tudo o que o evento tem a oferecer. Você voltará para casa energizado e inspirado a continuar trabalhando pelo bem do próximo. Não perca a chance de compartilhar o seu aloha com toda a família rotária na nossa Convenção em Honolulu, de 6 a 10 de junho de 2020. Inscreva-se agora e economize Faça sua inscrição até 15 de dezembro pelo site riconvention.org para aproveitar o p…

Após ação da Lusa na Justiça, leilão do Canindé termina sem lances

Clube se baseia no pedido de tombamento que está em análise no Conselho de Preservação do Patrimônio

Gonçalo Junior e Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo 09 de maio de 2019 | 15h41

Após a Portuguesa entrar com uma petição na 14ª Vara Cível da Capital de São Paulo para suspender o leilão de parte do terreno do Canindé, marcado para esta quinta-feira, não surgiram interessados. Para acionar a Justiça, o clube se baseou no pedido de tombamento enviado para Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental (Compresp) no dia 12 de abril. No entendimento do clube, o leilão só pode ser concluído após a decisão definitiva sobre o tombamento do complexo Oswaldo Teixeira Duarte, formado pelo estádio do Canindé e o clube social.

Mercado de jogos de tabuleiro ganha espaço no Brasil

© Getty Images Empresas nacionais lançam títulos originais e também de outros países
Resumo:

O setor de jogos de tabuleiros modernos foi responsável por cerca de R$ 665 milhões do faturamento da indústria de brinquedos nacional;Em 2018, mais de 4.000 “boardgames” foram lançados no mundo todo;Conclave, Galápagos, Calamity Games, Papergames, Meeple BR e Bucaneiros são algumas das editoras brasileiras de jogos de tabuleiro;O Diversão Offline, evento dedicado ao hobby, recebeu 18 mil pessoas e movimentou R$ 2 milhões no mercado de jogos analógicos ao longo de seis edições.