FEIRA LIVRE

Jayme Antonio Ramos

historiasdopari.wordpress.com

Feira livre dominical na Major Marcelino é uma autêntica Liga das Nações,

tal como a de sábado no Pari.

Fui comprar umas coisinhas na feira e ali notei a presença de bolivianos ,

paraguaios, libaneses xiitas e sunitas, paquistaneses, bangladeshianos,

chineses, sul coreanos, japoneses e até de brasileiros.

Fui com um dos meus irmãos e vimos quase ao sairmos lá pelas 14 hs. is-

so mesmo na hora do rapa, como dizia , vi uma menininha segurando uns balõezinhos coloridos e com um senhor brasileiro dono de uma barraca a

protegendo e perguntando a todos os orientais que passavam se a conheciam,

pois a pequena tinha traços orientais.

Logo formou-se uma roda em torno da miúda e todos comentavam sobre o

que estava acontecendo. Ela estava um pouco assustada , veio um senhor e

falou com ela qualquer coisa , aí ela desatou a chorar, para complicar a coisa.

Depois descobri que o senhor era chines e a menina filha de coreanos , ou se-

ja  Português ela entendia coreano também é claro, mas mandarim assustou-a.

Para alívio de todos a mãe que se distraíra a fazer compras , a havia perdido de vista e quando chegou não agradeceu a ninguém e pasmem passou a ralhar com a sua filhinha.

Mas tudo terminou bem, fizemos a feira a contento e para encerrar não poderia faltar o pastel nosso de cada dia.