Este é o nosso Pari. Tem lugar para um bate-papo no fim de tarde, tem lugar para o comércio crescente, tem lugar para uma conversa no bar, este é o nosso Pari imortal.

Quantas histórias , quantas recordações, surgem entre essas senhoras.

Orações, conversas ao pé de ouvido, alheias ao burburinho das ruas parienses,

continuam a manter viva a chama do querido bairro doce de São Paulo.

Para que elas vão mudar de bairro, para que um apartamento num bairro estranho, se o nosso Pari tem tudo que elas precisam e tem acima de tudo as

amizades e a nossa querida igreja das torres gêmeas, que parecem servir de sentinela ao nosso rincão.

mae e arminda