Dando prosseguimento à postagem do livro comemorativo do Cinquentenário da Igreja Santo Antonio do Pari em 1974, veremos um trecho de um belo texto

do então Vigário Frei Barrionuevo.

ScannedImage-13