É importante rever o passado.
Às vezes, o mais remoto...
Tenho flashs de uma casinha, com hortências no jardim, em uma rua tranqüila , familiares morando no mesmo bairro , vizinhos assistindo TV em casa.
Naquele tempo poucos tinham TV .
A tela e o tubo de imagem, ficavam dentro de um móvel de madeira.
Pesado.
A imagem era em preto e branco.
Tinha imensos botões dianteiros, que faziam um click , quando o canal era mudado.
Programas preferidos, eram aqueles que os pais permitiam , pois eram as únicas pessoas que acionavam o tal botão barulhento !
A imagem oscilava : ora mais nítida , ora pouco nítida...
E era um tal de " virar " a antena, que ficava instalada, orgulhosamente, no telhado!
Cada ventinho , mesmo que fraquinho , desregulava a imagem e a antena tinha que ser regulada .
Imagine se houvesse um vendaval...
Mesmo assim, valia à pena!
Era bom assistir:

Rin - tin - tin !
Lanceiros de Bengala!
Papai sabe tudo !
Vigilante Rodoviário !
Lassie !

Hoje, televisão tem 3000 recursos...
Aberta .
A cabo.
Parabólica.
Paga...
Imagem maravilhosa!
Programação ?
Péssima e duvidosa !

Estou pegando um DVD e assistindo sozinha, um dos meus filmes preferidos.

Um beijo a todos que tiveram a paciência de acompanhar minha sessão nostalgia !

Aos mais jovens : eu não sou jurássica não , meus amores !