Os professores valem muito mais do que aparentam!

O brasileiro pobre e humilde é ingênuo e atrasado demais. Acreditam em todas as mentiras e enganações que os ditos profissionais, para tirar seus votos, lhes dizem e eles acreditam, com toda fé e certeza possível. Ainda bem que o Brasil de 3º Mundo tem esse povo ignorante e sem estudo para os enganadores roubarem o seu voto. Garoto, garota, mande seu pai e mãe votarem direito!
*A pior coisa que existe é você ficar duas, três horas conversando e explicando algo a alguém ou pessoas e, pelas suas fisionomias, aparentando um  entendimento completo, mas no fim da longa conversa e exposições, explanações e esclarecimentos, você percebe que falou com uma parede – não entenderam nada e, por vergonha, fizeram como se tivessem entendido tudo.
*É difícil imaginar, mas alguém lhe diz: "Se você quer ensinar é preciso mais do que paciência. É necessário um esforço sobre humano, ir com a mente preparada para o pior e manter-se como começou, afinal você já deve ter a experiência do que é lidar com pessoas assim."
*Pois bem e as escolas que formam esses batalhões de supostos alunos assim? Será que estão cônscias do que fizeram, fazem e continuaram fazendo? Sinceramente, para que servirá um aluno formado (?) dessa maneira? Francamente e não menosprezando, mas olhando e prevendo o futuro, entraram com as cabecinhas vazias e saíram com elas todas atrapalhadas.
*Os professores, vulgarmente falando, precisam ter um saco desse tamanho e as professoras uma paciência desmensurada. Precisamos ensinar verdades com certezas. Fazer valer a responsabilidade e a qualidade de ensino das escolas, faculdades, universidades, professores, mestres, diretoria, enfim, elevar, além do nome do estabelecimento, de todo o resto também.
*Tantos qualificativos pomposos, mas – Meu Deus! - precisam ter qualidade = Mestrado, Doutorado, Especializações, Reitorias etc. – cansamos de ver médicos, dentistas, advogados, engenheiros, farmacêuticos e 'd'autres choses' que podemos dizer "Deus me livre! não confio, ele não presta pra nada!"