ENREDO DA COLORADO QUESTIONA A ALEGRIA

Eduardo Cedeño Martellotta

De onde vem o sorriso da criança, do jovem, do adulto? Essa é a grande questão que desafia os doutores de todos os segmentos da vida. O enredo da Colorado do Brás faz essa pergunta no meio da alegria do Carnaval, querendo saber exatamente a origem dessa Alegria e o significado da palavra Alegria.

Dia 9 de fevereiro foi o "esquenta" da Colorado do Brás para o grande desfile dia 2 de março às 21h pelo Grupo de Acesso da Liga das Escolas de Samba.

O ensaio técnico transcorreu de forma tranquila e com muita animação, tal qual seu enredo 2014, "De onde vem a alegria dessa gente?", que já está na ponta da língua dos componentes colorados, afinal, o Brás é Samba e a escola virá cheinha e compacta ao Sambódromo do Anhembi, sob a batuta do jovem esforçado presidente Leandro Donato.

Boa Sorte, Colorado do Brás! Aqui na redação do Jornal do Brás, também estamos torcendo para a sua volta ao Grupo Especial.

E nós do historiasdopari.wordpress.com também !

porta bandeira colorado

Enredo: De onde vem a alegria dessa gente?

Administração: Juventude & Transparência II

Presidente: Leandro Donato

Carnavalesco: Danilo Dantas

Compositores: Vitor Gabriel, Rodrigo Minuetto, Rodolfo Minuetto e Guilherme Cruz

Intérpretes: Rodrigo Atração e Chitão

 

Oh Pátria Mãe Gentil
Terra Abençoada Gigante Brasil
Sou um Menino Sonhador,
Seguindo as estrelas do céu eu vou
Voei... Nos campos do Sul cheguei
Traços da Europa eu encontrei
No meu caminhar ouvi a natureza cantar
Festa do Divino, devoção e fé
Em Romaria no Círio de Nazaré
Em Parintins um festival a encantar
Bumba Meu Boi, Bumba é folclore popular

Me leva no passo do frevo... Me leva
Me leva que eu vou festejar... Vou dançar
Um forró arretado ao som do xaxado
Até o dia clarear

Bahia ... da Lavagem do Bonfim
No Olodum eu vou... Ouço o rufar do tambor
Vou descendo a ladeira do "Pelô"
"Oh Minas Gerais, Quem te conhece não te esquece jamais"
Num simples cantar ouvi...
Raízes da cultura paulista surgir
Meu Rio de bambas, malandros, mulatas
Das rodas de samba nos Arcos da Lapa
Descubro alegria em cada olhar

E o povo nas ruas feliz a cantar
É Carnaval eu vou sambar
Sou Colorado Amor Verdadeiro
No peito o Orgulho de ser Brasileiro