Pular para o conteúdo principal

SUB MOOCA EXPÕE METAS PARA OS PRÓXIMOS TRÊS ANOS

Eduardo Cedeño Martellotta

ImageCom a presença de dezenas de moradores na Audiência Pública dia 30 de novembro no auditório do SESC (av. Álvaro Ramos, 991), a Subprefeitura Mooca apresentou o Programa de Metas do Governo e o Plano de Obras para o triênio 2014-2015-2016.
Na ocasião, o público presente pode ficar informado sobre o orçamento, obras e serviços que estão programados para a região, e ainda sugerir outras obras de interesse que podem entrar na pauta da Sub Mooca.
Em sua explanação, o subprefeito da Mooca, Francisco Carlos Ricardo, disse que atualmente 39 obras estão em andamento na área da Sub Mooca, entre elas as de drenagem para o combate das enchentes, como a que foi feita recentemente na rua Henrique Dias, e a construção de 12 novas praças, como a Praça Maria José no Pari (final da rua Batista Parente).
Para 2014, informou Francisco, estão entre as metas grandes obras para a região, por meio do Sistema Viário Leste 1 da Prefeitura e PAC – Programa de Aceleração do Crescimento de Mobilidade Urbana do Governo Federal, respectivamente, as construções dos novos Corredores Celso Garcia (R$ 856.000.000,00) e Radial Leste (R$ 822.000.000,00). Outra obra de grande impacto será a construção de um Centro Olímpico, ao custo de R$ 217.000.000,00, em local a ser definido.
Francisco disse também que através do Fundurb – Fundo de Desenvolvimento Urbano, foi programada a reforma das ruas Santa Rosa (R$ 1.300.000,00) e Oriente (R$ 3.300.000,00).
Dentro do Plano de Obras, orçado em R$ 1.170.095,80, serão realizadas pequenas obras, entre as quais as revitalizações da Praça Cantinho do Imigrante no Brás (orçada em R$ 160.000,00) e da Praça Padre Bento no Pari (R$ 200.000,00). Outras pequenas intervenções, completou ele, serão as reformas dos canteiros centrais da avenida Carlos de Campos e rua Bresser. 
Francisco disse ainda que pretende ampliar as áreas verdes no Brás e continuar o Plano de Redução de Alagamento – PRA, sobretudo nas ruas Dr Almeida Lima, São Caetano, Monsenhor Andrade e Rangel Pestana. E inclusive, realizar a troca de guias, sarjetas e tubulações nas ruas Canindé, Carnot e Vautier. O orçamento total da Sub Mooca para 2014 está orçado em R$ 384.588.646,00, de acordo com Francisco. “Nunca foi feito um planejamento tão eficiente como este de agora”, enfatizou o subprefeito. 

Mais Habitação, Educação e Saúde
Por sua vez, Daniela Enéas, assistente técnica da Sempla – Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão, disse que mais de 9.000 sugestões da população durante as reuniões do Plano Diretor foram sistematizadas e transformadas no Programa de Metas, que consiste em 28 novas metas da Sempla para a área da Sub Mooca, dentro do Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura de São Paulo.
Entre essas metas, contou Daniela, uma notícia, quiçá, alvissareira. É a construção de 671 Unidades Habitacionais na região, com previsão de entrega em 2014-2016. O orçamento da Secretaria de Habitação previsto para 2014, completou ela, é da ordem de R$ 6.681.162,00 (343 unidades) e em 2015-2016 de R$ 4.976.542,00 (328 unidades).
Outras novidades, segundo Daniela, são a entrega de CEIs – Centros de Educação Infantil (para 2015-2016, orçados R$ 2.644.000,00), e a recuperação de dois hospitais, com a implantação de duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na região – as UPAs Dr. Carmino Caricchio e Dr. Ignácio Proença de Gouvêa.
Daniela finalizou informando que no site da Sempla (http://sempla.prefeitura.sp.gov.br/orcamento/orcamento_2014/ppa/PPA%202014-2017.pdf) está disponível, através do Planeja Sampa, todo o Programa de Metas, o Plano Plurianual e o calendário de audiências públicas.

Image


Subprefeito Francisco Ricardo









Image


Daniela Enéas da Sempla









Image

Representando a Vila dos Idosos do Pari, Neide Duque deu como sugestão as reformas da Praça Padre Bento, Praça Cantinho do Imigrante no Brás e a Praça Ilo Ottani. “Precisa ser feita também a reforma da galeria pluvial da rua Pedroso da Silveira, porque ali costuma haver muitos alagamentos”






Image

Wagner Wilson do Pari prioriza a reforma da Padre Bento. “A gente não aguenta mais morar no bairro, que está expulsando os moradores pela falta de moradias, poluição e trânsito atravancado”. Ele reclama dos constantes congestionamentos nas ruas Barão de Ladário, Oriente, Bresser e João Teodoro






Image

A presidente do Conseg Brás/Mooca/Belenzinho, Wanda Herrero, quer a reforma da Praça Vicente Matheus, na entrada da Mooca. “Nossa região é histórica e precisa ser contemplada com as reformas”








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aloha, Rotary!

Aloha, Rotary!
Conheça o verdadeiro espírito do aloha e do Rotary ao lado de familiares, amigos e outros rotarianos na cidade de Honolulu. Será o ambiente ideal para celebrarmos, colaborarmos e estreitarmos nossos laços de amizade, desfrutando do calor e da hospitalidade havaianos. A Convenção é uma das únicas oportunidades de reunirmos pessoas em ação do mundo inteiro para comemorar as conquistas do Rotary. Nossos oradores o motivarão ainda mais a se dedicar aos serviços humanitários e abordarão novas perspectivas relacionadas ao nosso trabalho global. Aproveite para rever velhos amigos, fazer novos contatos e explorar tudo o que o evento tem a oferecer. Você voltará para casa energizado e inspirado a continuar trabalhando pelo bem do próximo. Não perca a chance de compartilhar o seu aloha com toda a família rotária na nossa Convenção em Honolulu, de 6 a 10 de junho de 2020. Inscreva-se agora e economize Faça sua inscrição até 15 de dezembro pelo site riconvention.org para aproveitar o p…

Após ação da Lusa na Justiça, leilão do Canindé termina sem lances

Clube se baseia no pedido de tombamento que está em análise no Conselho de Preservação do Patrimônio

Gonçalo Junior e Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo 09 de maio de 2019 | 15h41

Após a Portuguesa entrar com uma petição na 14ª Vara Cível da Capital de São Paulo para suspender o leilão de parte do terreno do Canindé, marcado para esta quinta-feira, não surgiram interessados. Para acionar a Justiça, o clube se baseou no pedido de tombamento enviado para Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental (Compresp) no dia 12 de abril. No entendimento do clube, o leilão só pode ser concluído após a decisão definitiva sobre o tombamento do complexo Oswaldo Teixeira Duarte, formado pelo estádio do Canindé e o clube social.

Mercado de jogos de tabuleiro ganha espaço no Brasil

© Getty Images Empresas nacionais lançam títulos originais e também de outros países
Resumo:

O setor de jogos de tabuleiros modernos foi responsável por cerca de R$ 665 milhões do faturamento da indústria de brinquedos nacional;Em 2018, mais de 4.000 “boardgames” foram lançados no mundo todo;Conclave, Galápagos, Calamity Games, Papergames, Meeple BR e Bucaneiros são algumas das editoras brasileiras de jogos de tabuleiro;O Diversão Offline, evento dedicado ao hobby, recebeu 18 mil pessoas e movimentou R$ 2 milhões no mercado de jogos analógicos ao longo de seis edições.