Da revista Pesquisa FAPESP, dezembro de 2013, número 214, pág. 19, "A Cidade dos Rios Invisíveis", o Fernando Rebelo nos envia um mapa cremos que do fim da década de 20 , mostrando a diferença do percurso do rio Tamanduateí,
nos anos de 1850 e 1928.
 Pelos locais onde passava o rio, nós até podemos entender o tema enchentes no bairro, os principais locais desse eterno problema , eram leito do rio ,em meados do século XIX.Revista Pesquisa FAPESP 214, dez 2013, pag 19.