ALÔ MULHER PARIENSE, AQUELE ABRAÇO !!

Jayme Antonio Ramos

Que bairrismo é esse, dirão alguns ( as ) ?   calma !

Neste Dia Internacional da Mulher, dirijo a minha saudação a todos as mulheres do mundo é claro, mas vamos

realçar a força e a garra da mulher de nosso bairro no decorrer dos tempos. Lutadoras  abnegadas desde tempos

imemoriais, todos temos em nossas famílias , exemplos de mulheres dignas das melhores citações.

Feirantes , que levantavam de madrugada e retornavam `a noite, que nunca encontravam seus filhos acordados. Vendedoras de cortes de tecidos que se embrenhavam nos mais distantes rincões do país para sustentar suas famílias, professoras

que chegaram num bairro desprovido de tudo  e aqui cuidaram das crianças em todos os sentidos, desde a higiene até

a harmonia familiar. Isso para não falar de relatos desde o século XVIII , onde vemos mulheres de pescadores de nossa região, cujos maridos  armavam paris no rio Tietê , então Anhembi e depois os vendiam no centro da cidade.

Enfim, as histórias são inúmeras e passaríamos aqui no nosso blog horas a destacar o papel relevante de nossas mães, esposas, irmãs, namoradas, avós, na história de nosso bairro.

Um abraço `a mulher pariense e a todas as mulheres do mundo.