francsico alves

FRANCISCO ALVES E O PARI

Hoje, dia 27 , dia de S. Cosme e S. Damião, marca o aniversário da morte, 63 anos, da morte de um cantor e

compositor que tinha muitos fãs no Pari, entre eles meu pai e minha tia Alva.

Vemos por fotos e contos antigos que as coisas eram bem diferentes no passado.

Não cabe aqui nenhum juízo de valores, mas eram diferentes.

Lá pelo início da década de 50 , como durante 30 anos, o maior sucesso na Música brasileira era Francisco Alves, o Rei da Voz. Seus discos eram campeões de venda, seus programas eram líderes de audiência. Para atender aos seus milhares de fãs, Chico Viola, como também era conhecido, viajava por todo o Brasil. Era um sucesso estrondoso. Em  São Paulo ele estava a toda hora.

Pois bem, um jovem delegado, que residia no Pari, uma noite aparece num dos bares do bairro, frequentado pelo pessoal do Dragão Paulista, com o Rei da Voz, acompanhado pelo seu violão, como ele dizia seu companheiro dileto.

Ninguem acreditava, todos pararam de conversar , bebericar, jogar murra ou patrone i sotto, jogos prediletos do pessoal,embasbacados com a presença do grande  ídolo. Foi uma festa, o dono do bar se desmanchava em gentilezas, chamou a família e a vizinhança para ver o Chico Alves.

Após o susto, todos começaram a pedir, canta esta, aquela, a outra, A Voz do Violão, Adeus 5 letras que choram, Criança Feliz e assim foi , pela noite afora, sem estrelismos, sem frescuras, perfeitamente à vontade, como se conhecessem há muitos e muitos anos.

Quando  Chico se retirou devido ao adiantado da hora, claro , cantando a sua tradicional canção de encerramento dos seus shows e programas, algumas lágrimas rolavam nos olhos daqueles parienses , que acenavam para o Chico e cantando junto o Boa noite,      meu grande     amoooor!!!

Boa Noite Amor

Francisco Alves

Quando a noite descer
Insinuando um triste adeus
Olhando nos olhos teus
Hei de beijando teus dedos dizer

Boa noite amor
Meu grande amor
Contigo eu sonharei
E a minha dor esquecerei
Se eu souber que o sonho teu
Foi o mesmo sonho meu

Boa noite amor

E sonhe enfim
Pensando sempre em mim
Na caricia de um beijo
Que ficou no desejo
Boa noite meu grande amor
(bis)

http://letras.mus.br/francisco-alves/924346/