Foto de Grupo Sobrevento.

Poema AQUARELA, de Ricardo Mendes Gonçalves, que será homenageado no sarau desta sexta, às 19h, no Espaço Sobrevento.

"A casa onde mora aquela
Menina cor de açucena,
É uma casinha pequena,
Casa de porta e janela.

Tão pequenina e singela!
Ao vê-la, a ideia me acena
De quebrar o bico à pena
E fazer uma aquarela.

Pintar a casa, a colina,
Mas sobretudo a menina,
O ar sossegado e feliz,

Dando relevo à pintura,
Numa ridente moldura
De cravos e bogaris."