Flor clara de Agosto

poema

Flor clara de Agosto,mario medina

Primorosa amiga minha,

És forte

Vigorosa

E doce...

Encantadora criaturinha

Merecedora das mais ternas

[ e poéticas definições

És um elo com o sublime

És meiga  na dose correta

E firme...

Admiravelmente assentada na graça

Ah, flor clara de Agosto,

Presente raro do inverno dessa terra,

Tua beleza e autenticidade

Pervadem meu peito

Em sorrisos e lágrimas ardentes

És lívida, porém marcante

És clara

Vivíssimo e transparente ser

És a flor mais bela desse Agosto

Presente do sumo bem

Vocacionada da claridade