*

"No Nordeste, a gente chama a morte de Caetana. Eu não gosto dela não. Eu me recuso a morrer. Toda morte tem um componente de suicídio, e eu não me rendo", em entrevista à revista "Época", em 2007, quando completou 80 anos.

Suassuna