Faleceu o sr. Belmiro, pessoa do mais alto respeito, agora aposentado e vivendo de rendas as mais variadas. Foi aquela comoção no bairro, o velório foi no próprio hospital onde falecera. Do hospital ao Cemitério da 4a. Parada, dezenas de carros acompanhavam o enterro.

No cemitério , aquele silêncio próprio dos campos santos. O carro da Funerária deixou o caixão numa capela que lá existe e Juvenal, um dos seus filhos ,não tendo dinheiro trocado para dar ao motorista pediu a uma das irmãs, no que foi atendido. A outra irmã abre a bolsa , tira uma calculadora e começa a relatar outros gastos,R$ 200,00 das coroas, tanto para o padre, tanto para o coveiro,o outro irmão falou que faltava o remédio que ele comprara para o Belmiro e não havia sido usado. Constrangimento geral , com os 5 filhos discutindo os gastos com o pai ,ali na beira do túmulo, não faltando um bate boca ali outro aqui, com o tom de voz cada vez mais alto.

Constrangimento igual foi o Nicanor que causou quando conversava na porta do Pif-Paf, com o Anísio e com o Jovino. Nicanor estava de frente e os outros dois de costas, ao que ele falou que os dois não virassem de imediato, que vinha uma morenaça fora de série, dona de uns pernões, que decote, ah já sei quem é, é amante do Bastos , um senhor ricaço do bairro que adorava presentear as mocinhas em troca de digamos ,um pouco mais do que um bom bate-papo.

Nisso , estoura a bomba, a dita moça era Áurea Emília, esposa do Anísio, que ao passar na rodinha disse ao marido que não demorasse pois naquele domingo viria a mamãe dela , com a irmã, a Zilaide da Conceição almoçar na casa deles.

O Ani'sio ficou transtornado, não sabia se gritava, se agredia ao Nicanor, ou a sua esposa, foi um constrangimento total, com o Nicanor saindo rapidinho dizendo que ia jogar naquele domingo no Tatuapé e que já estava atrasado.

Anísio depois desse dia, só saía de casa para trabalhar, o seu lazer se resumia a assistir tv, apesar da cara metade insistir , para ele se distrair, que ele iria ficar doente, que tivesse um lazer.

Pois bem , realmente Anísio ficou doente e hoje ainda vive internado numa casa de repouso, onde passa as horas meditabundo e quando fala, fala bem baixinho, quase cochichando: "olha que morena, olha que pernas,olha o decote…"