"Manoel Domingos Correa diz:

Realmente houve um equívoco esse casarão não é o que pertenceu ao meu avô! Como a maioria das casas da época aí nessa localização eram casarões acabei me confundindo. Peço desculpas a Dona Patrícia e informo que a casa de meu avô era depois da Rua Paraiba sentido largo Silva Teles!!
Jayme vou verificar aqui devo ter fotos de meu Avô e com minha prima vou verificar a foto da casa e lhe mando.
Não sei se é de seu conhecimento, mas meu Pai faleceu a dois anos e recentemente a ultima irmã!!!
Abraços!!!!""

Ainda a respeito do belo casarão da rua Maria Marcolina, as informações me foram passadas e eu postei, depois confor-

me o texto acima, quem as passou se enganou e já pediu desculpas , o casarão era outro já demolido.

Outras pessoas também dignas de crédito me passaram outras informações de que o citado imóvel havia sido também de proprietários que não o Corrêa, nem o Frugielle, do Ivo Noal. Minha mãe e meu tio me falaram que os proprietários eram descendentes da família Nascimento , um próspero comerciante da rua Oriente, outros me falaram que era um sírio que teve uma loja de tecidos chamada Santo Antonio e que patrocinou alguns desfiles carnavalescos na Larguinho.

Diante do ênfase  de algumas senhoras atuais proprietárias do imóvel e em respeito a seus ancestrais eu, democraticamente exibo todos os comentários.  Eu só quis mostrar um dos belos pontos de nosso bairro e não adjetivei ninguém , nem insinuei coisa alguma, o Manoel já pediu desculpas , eu já exibi os pontos , não conheço o assunto , apenas transcrevo o que me passam.

O casarão é das senhoras , parabéns e se eu as feri em alguma coisa ,desculpem , não é esse o meu objetivo, que é engrandecer a história do bairro que amo muito.

Fiquem com Deus e

Saudações Parienses !

JAYME RAMOS