Não julgue!

Natureza maravilhosa
 Por mais que julguemos alguém (ou muitos alguéns) perfeito ou quase perfeito, podemos ter a certeza de que, apesar da inteligência e a capacidade, perspicácia e a habilidade, a perfeição está longe demais. 
→ Nunca podemos confundir pessoas com os qualificativos acima como pessoas perfeitas. 
→ O nosso cérebro é enorme, nem sei quantas vezes maior que muitas memórias, que muitos HD - 'cérebros eletrônicos'. Nada é maior e melhor que o cérebro racional – mas infelizmente, seja para o bem ou para o mal. Isso que dói um pouco, né? 
→  Claudio Cursini → 23/04/2014 09:48