O que acontece?

- Existem garotos, quero dizer rapazes e mocinhas, digamos assim que, se estamos conversando estão sempre apressadas, parecem doidas, não sequenciam o que falam, olham para o chão ou para cima, dificilmente nos olham nos olhos, tem-se a impressão que eles acordam e já colocam o dedo na tomada. Ficam assim dia todo, como se estivessem em choque. Ruim né? Falam chorando, choram rindo, enfia o dedo no nariz e põe na boca. O que será que acontece com eles? Será que é a vida?

→ Claudio Cursini