Pular para o conteúdo principal

[Circo do Parito] Fwd: O PAPEL DAS IGREJAS NA DITADURA - Coleta Pública de Testemunhos


---------- Mensagem encaminhada ----------
De: JBM <josinob7@gmail.com>
Data: 23 de outubro de 2014 01:54
Assunto: Fwd: O PAPEL DAS IGREJAS NA DITADURA - Coleta Pública de Testemunhos
Para:



---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Pastoral Fé e Politica - ArquidioceseSP <contato@pastoralfp.com>
Data: 22 de outubro de 2014 23:28
Assunto: O PAPEL DAS IGREJAS NA DITADURA - Coleta Pública de Testemunhos
Para: Pastoral Fé e Politica - Arquidiocese SP <contato@pastoralfp.com>


Governo de São Paulo e Secretaria da Cultura apresentam no
Memorial da Resistência de São Paulo

O PAPEL DAS IGREJAS NA DITADURA

Coleta Pública de Testemunhos
Sábado, 25 de outubro de 2014, das 14h às 17h30
Largo General Osório, 66 – Luz
Auditório Vitae – 5º andar
 
Durante a ditadura civil-militar (1964-1985), distintos grupos religiosos tiveram participações decisivas no contexto sociopolítico do período, tanto na resistência como também no apoio ao governo, sobretudo nos primeiros anos a partir do golpe.
 
Esta mesa pública de testemunhos – O Papel das Igrejas na Ditadura – contará com a presença de Anivaldo Padilha, Waldemar Rossi, Frei Carlos Josaphat, Magali Cunha e Alberto Kleinas. Por meio de suas trajetórias de militância e pesquisas, os convidados apresentarão um panorama sobre os distintos envolvimentos das Igrejas durante o período.
 
As Coletas Públicas de Testemunhos são parte do Programa Coleta Regular de Testemunhos do Memorial da Resistência de São Paulo, que tem como objetivo preservar as memórias da resistência e da repressão políticas por meio dos testemunhos dos protagonistas da resistência.
 
PROGRAMAÇÃO
14h00 – Boas-vindas. Coordenação: Karina Alves Teixeira (Memorial da Resistência de São Paulo)
14h15 – Mesa de Testemunhos
MediaçãoAnivaldo Padilha (Ex-preso político, jornalista, foi diretor do Departamento Nacional da Juventude da Igreja Metodista, militante da Ação Popular – AP e do movimento ecumênico nacional e internacional. Após a prisão, passou treze anos no exílio, onde continuou sua luta contra a ditadura. É coordenador do Grupo de Trabalho "O Papel das Igrejas durante a Ditadura", da Comissão Nacional da Verdade).
 
Waldemar Rossi (Ex-preso político, operário, iniciou sua militância na Juventude Operária Católica – JOC. Foi uma das principais lideranças da Pastoral Operária – PO, e da Oposição Sindical Metalúrgica – OSM. Foi convidado por D. Paulo Evaristo Arns a fazer parte da Comissão Justiça e Paz. Hoje, continua sua militância no meio sindical, em movimentos populares e na luta por memória e justiça)
 
Frei Carlos Josaphat (Frei Dominicano, teólogo, defensor dos Direitos Humanos e das Reformas de Base. Adepto do "método Paulo Freire" e da pedagogia libertadora. Colaborou com o Jornal Brasil Urgente e o Jornal do Povo. Professor emérito da Universidade de Fribourg – Suíça, tem suas principais obras publicadas no Brasil e no exterior).
 
Magali Cunha (Professora e doutora em Ciências da Comunicação, tem experiência nas áreas de Comunicação e Cultura, Comunicação e Imaginário, Comunicação e Religião. Integra a diretoria da Associação Internacional Mídia, Religião e Cultura. É pesquisadora do Grupo de Trabalho "O Papel das Igrejas durante a Ditadura", da Comissão Nacional da Verdade)
 
Alberto Kleinas (Cientista Social, professor, pesquisador especializado nos temas da trajetória da esquerda judaica paulista, política internacional, diplomacia e relações internacionais Brasil-Israel, conflito árabe-israelense. Atualmente é assessor técnico da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo da Prefeitura Municipal de São Paulo)
 
 
17h00 – Debate
Informações à imprensa:
Carla Oliveira – (11) 3324 1007 – coliveira@pinacoteca.org.br
Jamille Menezes – (11) 3339-8243 – jmferreira@sp.gov.br
Natália Inzinna – (11) 3339-8162 – ninzinna@sp.gov.br
 

Minha fé é política porque ela não suporta separação entre o corpo de Jesus e o corpo de um irmão.
Minha fé é política porque crê que a economia pode mudar um dia e ser toda solidária.
Minha fé é política porque acredito na juventude, na sua força e inquietude, no seu poder de diferença
e na força da velhice que com sua sabedoria e experiencia ainda tem muito a colaborar, para um país justo, igualitário sem tantas injustiças sociais.. 
 
Pastoral Fé e Política
Arquidiocese de São Paulo
A partir de Jesus Cristo em busca do bem comum
 
Caso não queira receber os nossos informes, por favor, responder esse e-mail com o assunto "Remover meu e-mail da lista
 



--
Caso não queira receber nossas mensagens responda este, com a palavra DELETAR
 
A Doação, é a Unica e Verdadeira Ação de quem AMA, Josino



--
Postado por Blogger no Circo do Parito em 10/22/2014 09:13:00 PM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aloha, Rotary!

Aloha, Rotary!
Conheça o verdadeiro espírito do aloha e do Rotary ao lado de familiares, amigos e outros rotarianos na cidade de Honolulu. Será o ambiente ideal para celebrarmos, colaborarmos e estreitarmos nossos laços de amizade, desfrutando do calor e da hospitalidade havaianos. A Convenção é uma das únicas oportunidades de reunirmos pessoas em ação do mundo inteiro para comemorar as conquistas do Rotary. Nossos oradores o motivarão ainda mais a se dedicar aos serviços humanitários e abordarão novas perspectivas relacionadas ao nosso trabalho global. Aproveite para rever velhos amigos, fazer novos contatos e explorar tudo o que o evento tem a oferecer. Você voltará para casa energizado e inspirado a continuar trabalhando pelo bem do próximo. Não perca a chance de compartilhar o seu aloha com toda a família rotária na nossa Convenção em Honolulu, de 6 a 10 de junho de 2020. Inscreva-se agora e economize Faça sua inscrição até 15 de dezembro pelo site riconvention.org para aproveitar o p…

Após ação da Lusa na Justiça, leilão do Canindé termina sem lances

Clube se baseia no pedido de tombamento que está em análise no Conselho de Preservação do Patrimônio

Gonçalo Junior e Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo 09 de maio de 2019 | 15h41

Após a Portuguesa entrar com uma petição na 14ª Vara Cível da Capital de São Paulo para suspender o leilão de parte do terreno do Canindé, marcado para esta quinta-feira, não surgiram interessados. Para acionar a Justiça, o clube se baseou no pedido de tombamento enviado para Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental (Compresp) no dia 12 de abril. No entendimento do clube, o leilão só pode ser concluído após a decisão definitiva sobre o tombamento do complexo Oswaldo Teixeira Duarte, formado pelo estádio do Canindé e o clube social.

Mercado de jogos de tabuleiro ganha espaço no Brasil

© Getty Images Empresas nacionais lançam títulos originais e também de outros países
Resumo:

O setor de jogos de tabuleiros modernos foi responsável por cerca de R$ 665 milhões do faturamento da indústria de brinquedos nacional;Em 2018, mais de 4.000 “boardgames” foram lançados no mundo todo;Conclave, Galápagos, Calamity Games, Papergames, Meeple BR e Bucaneiros são algumas das editoras brasileiras de jogos de tabuleiro;O Diversão Offline, evento dedicado ao hobby, recebeu 18 mil pessoas e movimentou R$ 2 milhões no mercado de jogos analógicos ao longo de seis edições.