Pular para o conteúdo principal

Fwd: Planeta Azul // Homenagem ao Dia da Terra // Bom dia! Wanda





PLANETA AZUL
 
São exatamente 52 anos – 12 de abril de 1961, Yuri Gagarin, descreveu que a Terra vista do espaço, assemelha-se a um Globo Azul.
É o terceiro planeta em distância do Sol, depois de Mercúrio e Vênus. As análise das amostras trazidas da superfície lunar e dos meteoritos, a Terra deve ter 4,5 bilhões de anos.
Para Hesíodo, o que preesistiu a tudo foi o Caos, espaço imenso e tenebroso. Depois apareceu Gaia, a Terra e em seguida Eros, o Amor que gerou Ouranos, o Céu, coroado de estrelas... Aos poucos, a Terra potencia e reserva inesgotável de fecundidade, transformou-se na mãe universal e na mãe dos deuses.

O perfil da Terra

Povos – A nós foi dada a missão de vivermos em equilíbrio uns com os outros e com todas as coisas vivas.
Mãe Terra – Apóia os nossos pés sobre o chão quando caminhamos sobre ela. Ela nos dá a certeza de que continuará a cuidar de nós como tem cuidado desde o começo dos tempos.
As águas – Saciam a nossa sede e nos dão forças. Água é vida. Sua força é conhecida por diversas formas: cachoeiras, chuvas, orvalho, riachos, rios e oceanos.
Peixes – Eles foram instruídos a limpar e purificar a água, também se doa para nós em forma de alimento.
Plantas – Elas sustentam as diversas formas de vida, os grãos, verduras, frutas, que ajudam os povos sobreviverem. As ervas medicinais que foram instruídas a afastar as doenças.
Os animais – Gratidão à toda vida Animal do planeta, eles tem muitas coisas a nos ensinar.
Arvores – A Terra tem muitas famílias de árvores que tem a sua própria missão e utilidade – nos dá o abrigo e sombra, frutas e beleza. Povos usam a árvore como símbolo de paz e força.
Pássaros – O Criador nos presenteou com melodias maravilhosas, eles nos lembram que  devemos aproveitar e apreciar a vida.
Os ventos – Eles nos ajudam a trazer a mudança das estações do ano, nos dando forças. Os trovões, "os nossos avós", trazem a água que renova a vida.
O Sol – Todos os dias, viaja pelo céu de leste a oeste, trazendo a luz de um novo dia, fonte de toda a energia da vida.
A Lua – Movimenta as marés nos oceanos, a mudança de sua face, nós medimos o tempo, determina o nascimento dos seres e ilumina a noite no céu.
As Estrelas – Espalhadas no céu ajuda a Lua iluminar o céu. São mestres iluminados e nos orienta a viver em harmonia como pessoas.
Criador – O Grande Espírito, nossa gratidão por todos os presentes da criação.

A ciência moderna faz avançar triunfalmente as luzes da Razão e recuar inexoravelmente as superstições, os mitos e as religiões. Liberto das magias, credulidades e superstições, o homem não se comporta mais "como se a natureza com ele delirasse" (Espinoza), ao sabor de  seus medos  e esperança. Está  empenhado em fazer o seu Saber um Poder (Bacon) e realizar o projeto de tornar-se efetivamente "mestre e possuidor da natureza" (Descartes).
E convicto de que " pensar e calcular" (Hobbes), e "só é real o que pode ser medido" (Planek). Alguns viram nessa crença a promessa e o penhor de uma emancipação política do cidadão. E passaram a crer no poder soberano e indiscutível da Ciência (Hildton Japiassu).

No mundo contemporâneo – são visíveis os problemas enfrentados pela humanidade sobre as questões socioambientais, que são percepções da finitude e destruição do mundo natural.
 
As questões  socioambientais envolve os fatores: efeito estufa, a destruição florestal, a perda da biodiversidade biológica, a poluição dos rios e mares, a desertificação crescente, ao lado de outros temas como a paz e a qualidade de vida, desigualdade social, desenvolvimento, entre outros.
 
Sagrada Mãe Terra, "nascer é assim: os girassóis lentamente viram as suas corolas para o Sol. O trigo está maduro. O pão é com doçura que se come. Meu impulso se liga ao das raízes das árvores (Clarice Lispector).

Por, Wanda Herrero
Divulgadora Científica
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Samuel - Menino de Rua

Os caminhos da vida nos levam a destinos que muitas vezes não esperamos. As esquinas são cruéis. As noites e dias tornam-se cada vez mais difíceis de suportar. A explicação é única. Solidão. As ruas que dormimos nelas nos passam dores que ficam alojadas no corpo para toda a vida. Sou um menino de rua. Tornei-me um deles. Num dia desses, num passeio pelo centro de uma capital me perdi dos meus pais. Fique na multidão. Gritei. Chorei. Não adiantou. Fiquei só no mundo. Mesmo assim, não perdi, em momento algum, a vontade de vencer. Samuel se perde dos pais e vira menino de rua... É bem verdade, que mesmo só pelas ruas Direita, São Bento, XV de Novembro, e tantas outras, prédios antigos e modernos, não me fizeram perder meus sonhos. Captei a mensagem de que para vencer, basta lutar. Alguém me disse que aquilo que plantamos, colhemos. Dizem que é uma lei da natureza. Nua e crua. Então resolvi, que seria muito legal para mim, trabalhar. Juntar forças para conseguir alguma coisa melhor

[Circo do Parito] Fwd: JOSINO 12444

---------- Mensagem encaminhada ---------- De: JBM < josinob7@gmail.com > Data: 4 de setembro de 2014 00:24 Assunto: JOSINO 12444 Para: josy monteiro < monteiro2984@yahoo.com.br >, a < thiego_riker@hotmail.com >, adolfo silva < arsvidio@hotmail.com >, Alberto Bittencourt < abitt9@gmail.com >, " albino.peixe@terra.com.br " < albino.peixe@terra.com.br >, amanda oliveira < amanda.c3@hotmail.com >, " anborges06@terra.com.br " < anborges06@terra.com.br >, Britto < britto@znnalinha.com.br >, CARLOS GUAITA GARNICA < advck@yahoo.com.br >, " ccc-juridica@uol.com.br " < ccc-juridica@uol.com.br >, Celize Florian < celizeflorian@yahoo.com.br >, " cesarcsb@terra.com.br " < cesarcsb@terra.com.br >, Daisy de Almeida Ribeiro < daisealmeida@uol.com.br >, " daisy@fernandolucio.com.br " < daisy@fernandolucio.com.br >, " dante@odraude.com.br " < dante@

Luto - Faleceu Milton George Thame, diretor do Jornal do Brás

Luto - Faleceu Milton George Thame, diretor do Jornal do Brás Jornal do Brás "É com muito pesar que informo o falecimento do Milton George Thame, diretor-presidente do Jornal do Brás. Descanse em paz, Milton e muito obrigado por tudo!" Fonte : Facebook do Jornalista Eduardo C. Mattellota