Publicidade

Ultimas noticias

sábado, 1 de dezembro de 2012

Fwd: [GA - EACH USP ] SEMINÁRIO ÁREAS CONTAMINADAS E SAÚDE




Pessoal, 


Mais um evento para a lista rs, Para quem puder comparecer.
 
Fernando Santos Hora



De: Sâmia Fortes <samiafortes@yahoo.com.br>
Para: grupo de gestao ambiental each <gestaoambientaleach@yahoogrupos.com.br>
Enviadas: Terça-feira, 27 de Novembro de 2012 11:08
Assunto: [GA - EACH USP ] SEMINÁRIO ÁREAS CONTAMINADAS E SAÚDE


Divulgando:



Prezados (as) Senhores (as),
 
 
Em 03 de dezembro,  o Centro de Vigilância Sanitária, órgão da Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em conjunto com as faculdades de Saúde Pública e de Medicina da USP, realizarão o 11º SEMINÁRIO ÁREAS CONTAMINADAS E SAÚDE, que este ano abordará o tema CONTROLE DE RISCOS SANITÁRIOS EM ÁREAS CONTAMINADAS POR ATIVIDADES DE ESTOCAGEM E COMÉRCIO DE DERIVADOS DE PETRÓLEO E OUTROS COMBUSTÍVEIS.
 
O evento ocorrerá no Anfiteatro João Yunes da Faculdade de Saúde Pública da USP (av. Dr. Arnaldo 715, Cerqueira Césas - São Paulo - SP), nos termos da programação abaixo.  
As inscriçõe podem ser feitas no endereço www.cvs.saude.sp.gov.br.
 
Sejam todos bem vindos!
 
Atenciosamente
 
 
 
 
11º SEMINÁRIO ESTADUAL ÁREAS CONTAMINADAS E SAÚDE
CONTROLE DE RISCOS SANITÁRIOS EM ÁREAS CONTAMINADAS POR ATIVIDADES DE ESTOCAGEM E COMÉRCIO DE DERIVADOS DE PETRÓLEO E OUTROS COMBUSTÍVEIS
(

 

APRESENTAÇÃO

Na primeira década de 2000, as áreas contaminadas, resultado de históricos processos produtivos destituídos de cuidados ambientais, passaram a figurar de forma mais consistente na agenda do Sistema Único de Saúde - SUS. Este despertar coincide com a divulgação, em 2002, pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, a Cetesb, do cadastro de áreas contaminadas. Atualmente estão contabilizadas 4131 áreas contaminadas no estado.
Casos como o da Shell Paulínia e Vila Carioca, Ajax em Bauru e Condomínio Barão de Mauá, entre tantos outros, evidenciaram a necessidade do SUS se estruturar para enfrentar tais desafios, cujo grau de complexidade e incertezas supera as práticas já consolidadas do setor saúde no que diz respeito às questões ambientais.
Os seminários Áreas Contaminadas e Saúde que a Secretaria de Estado da Saúde, por meio do Centro de Vigilância Sanitária, órgão vinculado à Coordenadoria de Controle de Doenças, realiza desde 2002 são parte da estratégia do poder público voltada a promover o debate e a busca de soluções criativas e integradas para a questão.
A parceria desde aquele ano com instituições de notória competência na área de saúde pública ou ambiental, como a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems-SP), Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental da USP (Procam/USP), Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e Faculdades de Saúde Pública e de Medicina da USP; permitiram que os dez seminários anteriores abordassem com sucesso temas como (I) as políticas, estratégias e metodologias para enfrentamento dos riscos à saúde decorrentes da exposição a substâncias perigosas; (II) as experiências municipais; (III) o papel da universidade; (IV) as relações da contaminação do solo com os recursos hídricos; (V) as questões relativas à produção, trabalho e saúde; (VI) as interações entre desenvolvimento urbano, passivos ambientais e saúde; (VII) a avaliação de saúde no contexto do gerenciamento de passivos e no licenciamento ambiental; (VIII) as interações saúde e ambiente no contexto da nova legislação paulista de proteção da qualidade do solo e gerenciamento de áreas contaminadas e (IX) os novos contextos de produção e consumo de substâncias perigosas à saúde e geradoras de passivos ambientais e (X) os históricos processos de produção e de regulação sanitária de riscos.
A relevância e complexidade do tema, assim como o crescente interesse despertado em toda a sociedade, conduzem à realização neste ano da 11ª versão do evento. Em 2012, o Centro de Vigilância Sanitária, em conjunto com as faculdades de Saúde Pública e de Medicina da USP organizam o 11º Seminário Áreas Contaminadas e Saúde, que terá por tema "Vigilância de riscos sanitários em Solos contaminados por atividades de estocagem e comércio de derivados de petróleo e outros combustíveis". O evento dará destaque a um tipo específico de contaminação do solo e das águas subterrâneas, preponderante no conjunto de áreas contaminadas atualmente cadastradas em São Paulo. São, afinal, 3217 (77,8%) passivos ambientais registrados pelo órgão ambiental cuja contaminação está relacionada a atividades em postos comerciais de combustíveis, sem considerar os empreendimentos voltados à estocagem, retalhamento e distribuição de derivados de petróleo e outros produtos. São áreas, portanto, onde se apresentam diferentes graus de risco de exposição dos trabalhadores e da população local a compostos ou substâncias extremamente prejudiciais à saúde, próprias aos combustíveis líquidos, como solventes aromáticos, hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs) e metais.
Na oportunidade do décimo primeiro evento, a intenção é, portanto, promover o debate acerca desse tipo específico de contaminação, sob a perspectiva dos riscos e efeitos à saúde da população, das formas de contenção e remediação ambiental desses passivos, assim como das estratégias do poder público para gestão integrada do problema, envolvendo iniciativas de controle ambiental e de vigilância de riscos à saúde pública. Esperamos que a iniciativa represente mais um passo no amplo movimento que se observa no contexto paulista para enfrentar e superar problemas históricos decorrentes de um modelo de desenvolvimento não bem alinhado com as preocupações ambientais. Deste modo, o 11º seminário Áreas Contaminadas e Saúde se propõe, mais uma vez, a contribuir no trilhar rumo a uma sociedade mais equilibrada do ponto de vista ambiental e sanitário.
Pois assim, estão todos convidados – técnicos e gestores dos órgãos de saúde e de meio ambiente, estudantes e pesquisadores das universidades, representantes da sociedade civil, especialistas e demais interessados no tema – ao debate deste assunto que tanto interessa ao conjunto da sociedade paulista. Sejam todos bem vindos!
 

DATA
03 de dezembro de 2012
 

LOCAL

Anfiteatro João Yunes da Faculdade de Saúde Pública da USP
Avenida Dr. Arnaldo 715- Cerqueira César - São Paulo - SP
 

PARTICIPANTES

Profissionais das diferentes esferas do Sistema Único de Saúde e dos órgãos de Meio
Ambiente, estudantes e pesquisadores das universidades, representantes da sociedade civil, além de especialistas de outras instituições públicas e privadas que tenham interface com o tema.
 

                                                                                                                                                              PROGRAMAÇÃO

9h00 ÀS 9h30
ABERTURA
9h30 às 12h00
PRIMEIRO PAINEL
RISCOS, IMPACTOS À SAÚDE E REMEDIAÇÃO AMBIENTAL
Mesa 01
RISCOS E EFEITOS À SAÚDE PELA EXPOSIÇÃO A DERIVADOS DE PETRÓLEO E OUTROS COMBUSTÍVEIS
 
Mesa 02
CONTAMINAÇÃO, RISCOS À SAÚDE E REMEDIAÇÃO DE PASSIVOS AMBIENTAIS
 
12h30 às 13h00
DEBATE
13H00 às 14h00
ALMOÇO
14h00 às 16h00
SEGUNDO PAINEL
GESTÃO PÚBLICA INTEGRADA DE RISCOS À SAÚDE
 
16h30 às 17h00
DEBATE








--
Wagner Wilson
http://www.wilson.com.br

Nenhum comentário: