v VOCÊ CONSEGUE ENTENDER? - Gosto de ler, assistir filmes e ouvir rádio (Bandeirantes). E o que me chama atenção são as frases, as mensagens passadas em ocasiões e momentos. À noite que, normalmente, passam bons filmes eu procuro entender a historia, o enredo, os personagens e, principalmente, as frases muito interessantes. Num dos filmes, que comecei pela metade, alguém comentou mais ou menos assim: "Aquilo que lhe proporciona medo, não tem poder sobre você. O medo é o poder." Um exemplo: se eu tiver que assumir uma função dificílima, não posso, por que essa função tem ou terá poder sobre mim. O medo que eu tenho é que representa esse pretenso poder. Essas frases "pescadas" em filmes são mais inteligíveis, pois temos os exemplos em nossa vista.  → CC10E – c.cursini@terra.com.br - 5-set-12

v BRASIL – O maior mercado de crack no mundo – 2º país em consumo de cocaína – Vocês percebem que, conforme o tempo vai passando, nada mais nos assusta? Nada mais é extraordinário, nada mais nos causa horror ou admiração, boas ou não. Estamos perdendo nossa suscetibilidade e ficando insensíveis e até indiferentes pelos caminhos que a vida está nos levando. Sim, digo a vida, pois quem faz a nossa vida (e, quem sabe, de outros também) somos nós. Não existe mais anormalidade, tudo é certo, tudo é indiferente e passável. Quando nos falta apoio e falta-nos um chão, quando não vemos nem a luz e nem o fim do túnel, bate a tristeza e uma desilusão imensa que tira-nos qualquer vontade de agir, de fazer ou mesmo tentar. Dizer que o Brasil é assim, assim é o Brasil, seria como dizer um mais um são dois. O que vai resolver, DEFINITIVAMENTE, esse e todos os outros problemas que temos visto, ouvido e comentado por ai? A BOA EDUCAÇÃO, com pessoas que saibam e tenham vontade para isso – não ficaremos uma Finlândia, mas poderíamos chegar perto. Povinho, Zé Povinho e ignorantes do Brasil, nossa munição são os votos e nossa arma certeira e fatal são nossos Títulos de Eleitores. Vejam toda a ruindade que anda solta por ai, falando bolachas, mentiras e comendo capim - risquem da lista – ia dizer, dá um tiro, mas aqui são os votos corretos que matam. Acertem no primeiro 'tiro' e aí aprenderemos e nunca mais erraremos. Assim teremos um Brasil educacionalmente quase igual à Finlândia. – Falo demais quanto fico doido (puto) com tantas energúmenidades (inventei) que existem politicamente. – CC10E - 7-set-12

v PAREÇO, MAS NÃO SOU – Quando falamos que nada é o que parece, sem dúvida, é isso mesmo. Nós mesmos, muitas vezes, nos esforçamos para ser educados e gentis com quem é deseducado conosco. Outras vezes temos que mentir para agradar uma pessoa ou ajeitar uma situação. Quantas vezes mentimos aos nossos filhos para agradá-los ou então quantas besteirinhas fizemos para deixá-los felizes? Conforme os momentos, a mentira acaba virando uma virtude, não é? De qualquer maneira, falamos verdades que doem e mentimos para agradar, dizemos sim quando necessariamente precisávamos dizer não. Enfim, os opostos se atraem. – Claudio Cursini – c.cursini@terra.com.br - 13-set-12

v BRINCAR DE VIVER – Guilherme Arantes – É difícil viver? Muitos dizem que é mais fácil morrer do que viver. Pode ser que sim e pode ser que não... Nós temos que entender que a história não tem fim cada vez que dizemos SIM – e temos que ter a noção, a arte e a sensibilidade de sorrir, cada vez que o mundo nos diz NÃO... É difícil viver? Talvez... Você é quem sabe... Como está sua vida? Tudo corre bem na família, bem com seu par e filhos? Feliz no seu trabalho, ganhando o suficiente ou bem realmente? Tem tudo o que necessita ou falta alguma coisa simples ou complexa demais? Considera-se uma boa pessoa ou daquelas que outros veem e logo querem se desvencilhar? Cuide-se, pois tudo parece difícil, mas é tão fácil e pode ser que tudo pareça fácil e você não está conseguindo desempenhar corretamente, entendeu? – Claudio Cursini – c.cursini@terra.com.br - 13-set-12  -  http://youtu.be/Ajb-blBQdeU    

v ONDE FOI PARAR A TAL FELICIDADE? Essa tal felicidade é um espaço tão pequeno e efêmero que quase dá para dizer que não a vimos, sentimos e conhecemos. Pequeníssimos momentos de tempo que quando os notamos, já não existem mais. Mas essa felicidade é difícil de conseguir? Será que se nos basearmos e insistirmos sempre no certo e no errado, sabendo distingui-los e os praticarmos, seremos felizes para sempre? Creio que não. Acredite: muitas vezes o certo nos torna infeliz e, acreditem mais ainda, outras vezes o errado nos traz a felicidade. Incongruências, desarmonias? Não, apenas a vida. Acreditarmos sempre no certo e seguimo-lo e também conhecemos o errado e nos distanciamos dele – tenha certeza,  não nos dará a felicidade completa. O certo e o errado existem e são mutuamente necessários. Estão sempre juntos e, pode parecer impossível, mas eles se confundem. É como sim e não ou então verdade e mentira. Não podemos praticar a verdade eternamente, pois isso não nos trará a felicidade. Se mentirmos então, nem pensar. Os opostos se atraem e por isso eles existem. Para serem cometidos, seguidos, planejados e executados, pois eles fazem a vida. Seja feliz ou infeliz, mas nós somos quem as determinamos de acordo com as situações e nunca seremos verdadeiros ou falsos por completo. A felicidade é uma mescla de nossos atos e os fatos poderão agradar ou não. → Certezas ou Incertezas da vida? Eu preciso das incertezas e das mentiras para viver. Acredita?... CC10E – c.cursini@terra.com.br - 14/09/12