Lá vem o "Velho lobo do bar ", autêntico , doa a quem doer, porém sincero.

Não era um pirata, do olho de vidro , da perna de pau e  cm cara de mau.

Era um lobo, astuto , observador era o escritor Ítalo Ferroni Rocho que le-

gou aos parienses este belo livro , que foi presenteado pela sua irmã a pari-

ense de quatro costados Maria Aparecida Ferroni Rocho, ambos filhos de

duas batalhadoras e tradicionais famílias do nosso  querido bairro e que são

um resumo da gente boa que construiu o progresso neste belo rincão às mar-

gens do Tietê.

São essas duas famílias um resumo da história do Pari, lutadoras e represen-

tando duas nacionalidades que por coincidência ou não eram as mesmas do

nosso Padroeiro Santo Antonio, que nasceu em Lisboa e muito viveu e fale-

ceu em Pádua, ou seja portugueses e italianos.

ScannedImage-15