dia das mães

 

  • Domingo, dia das mães. Nunca sabemos quando iremos, mas pela idade de minha mãe, acredito que ela irá antes. Sinceramente não sei quem homenageia quem. Eu deveria homenagear e desejar "aquele Dia das Mães" para minha mãe. Ela já está - delicadamente falando – velhinha, sem muita noção das coisas, mas no fim, depois de tantas e todas as palavras que eu gostaria de dizer, parabenizá-la, abraçá-la e etc. e coisas, eu acho que quem vai ganhar o presente no dia das mães serei eu. Por que eu digo isso? Por que quando a gente começa a pensar na ausência, toda a presença é um presente, tudo é hoje, tudo é agora. Estou escrevendo essas palavras, mas sinto um nó e as lágrimas forçando querendo descer, aliás, escorreram mesmo. Eu sou sensível com esse tipo de coisa. Vejo filmes e alguns me tocam profundamente e aquela música e letra do McCartney – Maybe I'm amazed – pela sensibilidade dele e dos músicos, eu também sinto a força da música e o poder da letra. Ele a fez para sua falecida esposa Linda Eastman McCartney. Então, domingo, será o "Dia das Mães", mas eu receberei o presente da presença da minha mãe. E assim só tenho que agradecer a Deus por, AINDA, ter a minha mãe comigo. Beijos Mãe, muitos beijos e aquele abraço. Até ano que vem com outro presente de Deus. 11/05/2013 10:12