Publicidade

Ultimas noticias

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Centro de SP tem apenas oito metros quadrados de verde por habitante

Deu hoje no SPTV 1ª Edição



Áreas menos arborizadas de SP ficam nas regiões mais pobres

Moema, na Zona Sul, tem 18 árvores em um quarteirão.
Em um quarteirão do Itaim Paulista, na Zona Leste, havia apenas 3 árvores.


A equipe da série Verdejando visitou alguns bairros de São Paulo e verificou que a distribuição desigual de vegetação coincide com a má distribuição de renda pelos bairros. As áreas com menos concentração de árvores estão nas regiões mais pobres, como o extremo da Zona Leste e o Centro.
Num quarteirão de Moema, bairro nobre da Zona Sul, é possível contar 18 árvores num mesmo quarteirão. No Itaim Paulista, um dos bairros mais pobres de São Paulo, na Zona Leste, a reportagem contou três árvores num quadrilátero.
Além da arborização das ruas, um bairro como Moema tem mais uma característica importante: praças. "Quando tem pracinha, então, muito mais valorizado e o preço dobra praticamente. É muito valorizado”, afirma a presidente da Associação dos Amigos de Moema, Rosângela Lurbe.
No Itaim Paulista, as poucas praças e locais verdes que existem estão abandonados. “Periferia não tem árvore. Foi crescendo, crescendo. Nunca ninguém se preocupou com isso, nem vai se preocupar, porque não é um lugar para ser bonito. É um lugar pra dormir e pronto”, diz o vigilante Rosinaldo Xavier dos Santos.

Nenhum comentário: