Neste trecho da Monografia do Jubileu de Ouro da Igreja Santo Antonio do Pari, os sinos ainda dobravam e continuaram a dobrar até a fatídica madrugada do dia 14 de junho de 2006, se não me falha a memória, quando houve o incêndio na igreja e de lá para cá os sinos emudeceram.
ScannedImage-4