Pular para o conteúdo principal

Fiéis comemoram Dia de Santo Antônio

13/06/2013 07h42 - Atualizado em 13/06/2013 07h44

Fiéis comemoram Dia de Santo Antônio nesta quinta-feira


Além de casamenteiro, Santo também é conhecido por garantir fartura.
Missas estão previstas para o dia todo na Paróquia do Pari.

Do G1 São Paulo
Comente agora
Os fiéis comemoram nesta quinta-feira (13) o Dia de Santo Antônio, conhecido como o santo casamenteiro. Na Paróquia de Santo Antônio de Pari, no Centro deSão Paulo, as missas são celebradas a cada uma hora e meia até as 19h30. Mais de 100 mil pessoas devem passar pela igreja ao longo do dia.
Serão distribuídos 3 mil kg de bolo para ajudar os solteiros que querem encontrar sua alma gêmea. Santo Antônio também é conhecido por garantir fartura e para conseguir alcançar a graça, é preciso comer o pãozinho que é distribuído. Após a missa final, programada para as 19h30, haverá uma procissão.
Histórico
Santo Antônio de Pádua era português e nasceu em 1195, em Lisboa. De família rica e nobre, ingressou muito jovem na Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho. Após os estudos, foi ordenado sacerdote.
Com apenas 26 anos, foi eleito provincial dos franciscanos do norte da Itália. Antônio aceitou o cargo, mas não ficou nele por muito tempo. Ele decidiu sair pela Itália praticando a caridade, catequizando o povo simples, dando assistência espiritual aos enfermos e excluídos e até mesmo organizando socialmente essas comunidades.
Morreu em 13 de junho de 1231, com apenas 36 anos de idade. Sua popularidade era tão grande que seu sepulcro virou alvo de peregrinações. São milhares os relatos de milagres e graças alcançadas rogando seu nome. Ele foi canonizado no ano seguinte ao de sua morte pelo papa Gregório IX.
Programação
Missas: 6h, 7h30, 9h, 10h30, 12h, 13h30, 15h, 16h30, 18h e às 19h30, seguida de procissão pelas ruas do bairro.
Endereço: Praça Padre Bento, 13, Pari.
Fonte : G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Evolução - Part 2

Será que ainda estamos evoluindo ?

Paperback Stories - Somos a Evolução ?

Somos a Evolução ? Comente no Instagram

Samuel - Menino de Rua

Os caminhos da vida nos levam a destinos que muitas vezes não esperamos. As esquinas são cruéis. As noites e dias tornam-se cada vez mais difíceis de suportar. A explicação é única. Solidão. As ruas que dormimos nelas nos passam dores que ficam alojadas no corpo para toda a vida. Sou um menino de rua. Tornei-me um deles. Num dia desses, num passeio pelo centro de uma capital me perdi dos meus pais. Fique na multidão. Gritei. Chorei. Não adiantou. Fiquei só no mundo. Mesmo assim, não perdi, em momento algum, a vontade de vencer. Samuel se perde dos pais e vira menino de rua... É bem verdade, que mesmo só pelas ruas Direita, São Bento, XV de Novembro, e tantas outras, prédios antigos e modernos, não me fizeram perder meus sonhos. Captei a mensagem de que para vencer, basta lutar. Alguém me disse que aquilo que plantamos, colhemos. Dizem que é uma lei da natureza. Nua e crua. Então resolvi, que seria muito legal para mim, trabalhar. Juntar forças para conseguir alguma coisa melhor